hulk

Em suma, o atacante Hulk comentou como tem sido sua passagem no Mineirão, estádio em que o Atlético-MG manda seus jogos. Decerto, o atacante tem memórias importantes neste local. Há sete anos atrás, esteve em campo na goleada da Alemanha, por 7 x 1, nas semifinais da Copa do Mundo de 2014.

Portanto, no local em que viveu um dos piores momentos da carreira, hoje vive grandes alegrias, como ser o artilheiro da equipe no ano, além de líder do Brasileirão. Hulk comentou como a vida pode proporcionar mudanças com o passar do tempo:

“Conversando com o Cuca, falei: “Professor, a gente só tem o que vai ser nosso”. Às vezes a gente faz de tudo, e as coisas não acontecem. Agora a gente tem a Copa do Brasil e o Brasileiro para ir buscar. Se a gente for merecedor, Deus vai nos abençoar. Eu fiquei muito triste porque me culpei muito pela desclassificação (perdeu um pênalti no jogo de ida), mas futebol é isso. Eu estive na Copa de 2014, e o estádio onde estou sendo mais feliz quando entro em campo foi o estádio onde vivi um dos piores momentos da minha vida. Onde eu tomei 7 a 1 jogando pelo Brasil. E hoje entro ali para jogar com a maior felicidade e sou muito feliz no Mineirão. Futebol é assim: é procurar aprender com os erros e melhorar sempre quando estiver bem”.

Foto destaque: Reprodução/Atlético-MG

Robert Ferreira
Sou o Robert! Fiz jornalismo para vivenciar histórias, estar dentro dos fatos e o principal, ter acesso a verdade, sempre! O esporte sempre esteve na minha vida, e unir a escrita com o futebol seria é o ideal de vida. Escrevi para redação do jornal universitário além de atuar fortemente nas redes sociais com posicionamentos sobre cultura negra. Sujeito calmo com o objetivo de ganhar o mundo!

Deixe um comentário