Guarani chega a seis jogos sem vitória e mantém marca negativa no ataque

O Guarani empatou diante do Vila Nova, jogando fora de casa, pelo placar de 0 x 0, em jogo realizado no Estádio Onésio Brasileiro Alvarenga, em Goiânia, e válido pela 12ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. Apesar de ter feito um ótimo primeiro tempo, trabalhando bem a bola, e chegando com perigo, a falta de capricho nas finalizações foi um fator determinante para que o time campineiro não conseguisse furar a defesa do Tigre Goiano. Comandado pelo técnico interino Ben-Hur Moreira, o Bugre demonstrou uma postura totalmente diferente dos últimos jogos dentro de campo, e isso se refletiu na forma como o time jogou.

Mesmo diante de um adversário que está na parte de cima da tabela, o Guarani não se intimidou, e foi ao ataque. Procurando trabalhar as jogadas desde o setor defensivo, o Bugre pouco lançava a bola de forma direta da defesa para o ataque, e aproveitando grande partida de Isaque, que tabelou muito com Bruninho e Mayk, pelo lado esquerdo, merecia um resultado melhor do que o empate no primeiro tempo. Na segunda etapa o time cansou, e viu o Vila Nova criar diversas oportunidades, obrigando o goleiro Pegorari a fazer grandes defesas.

Apesar da boa exibição, o Guarani somou mais um empate no Campeonato Brasileiro da Série B, e aumentou sua série de jogos sem vitória. Desde que venceu o time do Sampaio Corrêa, em casa, pelo placar de 2 x 0, o Bugre não venceu mais. São seis jogos sem vitória, e com o empate sem gols, o Bugre chegou a marca de três jogos sem marcar gols. Contra o CRB e Novorizontino, nas duas rodadas passadas, o Alviverde perdeu pelo placar de 1 x 0. O resultado manteve o time campineiro na 11ª colocação do Brasileirão da Série B, com 16 pontos ganhos.

Guarani vive a expectativa de contratar novo treinador

O jogo diante do Vila Nova foi o primeiro do Guarani sem o comando de Bruno Pivetti, demitido no início da semana por conta da sequência de resultados ruins que o time apresentou. Pivetti falou com exclusividade ao portal Futebol na Veia, e explanou que recebeu com surpresa o recado de que seria demitido do time bugrino.

“Em relação a minha saída do Guarani, encarei a notícia com muita surpresa, estava no processo de preparação da equipe para o próximo compromisso contra o Vila Nova, quando fui comunicado pela diretoria pela troca do comando técnico. Considero que eu tive pouco tempo à frente do time, e apesar disso, nós conseguimos implementar um padsrão de jogo a equipe. Era nítida a identidade do time na Série B, e acredito que com a manutenção do comando técnico o Guarani conseguiria os resultados que a torcida tanto merece, mas infelizmente a diretoria optou pela troca do comando por conta da oscilação, e isso é normal dentro do futebol brasileiro”, disse o treinador.

Por conta das datas FIFA, o Campeonato Brasileiro da Série B será paralisado. Sendo assim, o Guarani só voltará no próximo dia 25 de junho, quando vai enfrentar o time do Vitória, em casa, no Estádio Brinco de Ouro, em Campinas.

Lucas de Souza

Lucas de Souza

Repórter na equipe do Futebol na Veia e redator na Trivela, Lucas Souza é narrador do canal Futebol Interior e da Federação Paulista de Futebol.