O Campeonato Carioca como a maioria dos campeonatos estaduais começa no próximo sábado (30). Sendo o segundo campeonato estadual mais valioso do país, e o torneio que terá mais times da capital do estado jogando a primeira divisão estadual, esse ano serão nove. O torneio tem no seu regulamento dois turnos: a Taça Guanabara e a Taça Rio. O que pouca gente sabe é que os nomes dados aos turnos do campeonato do Rio de Janeiro, vieram de decisões políticas, que interferiram diretamente na história do futebol carioca.

Até 1960, a cidade do Rio de Janeiro era a Capital do Brasil, e o resto do território fluminense era o estado do Rio de Janeiro,cuja a capital era Niterói. Até esse período eram disputados dois campeonatos: o Campeonato Carioca (com times da cidade do Rio), e o Campeonato Fluminense (com times do estado do Rio). Com a ida da capital para Brasília, a cidade do Rio de Janeiro virou o Estado da Guanabara, e o estado do Rio de Janeiro não se alterou, com isso ainda existiam dois campeonatos.

Em 1975, os estados da Guanabara e do Rio de Janeiro se juntam formando um novo estado do Rio de Janeiro, tendo a Cidade Maravilhosa como sua capital. Mas, ainda assim existiam dois torneios de futebol no estado, já que os clubes da cidade do Rio, que eram clubes de bastante prestigio no país, se recusavam a viajar para o interior do estado para enfrentar os clubes do Campeonato Fluminense, que era considerado um dos campeonatos estaduais de “menor expressão” do Brasil.

O impasse acabou no fim de 1978, quando a então CBD (atual CBF) ordenou que a Federação Carioca de Futebol e a Federação Fluminense de Futebol se unissem para organizar o primeiro campeonato do Estado do Rio de Janeiro. As entidades se fundiram formando a FERJ (Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro), que organizou o primeiro Campeonato Estadual do Rio de Janeiro, em 1979.

O torneio de 1979 reuniu 10 clubes, os 6 melhores do Campeonato Carioca de 1978 (América, Botafogo, Campo Grande, Flamengo, Fluminense e Vasco) e os 4 melhores do Campeonato Fluminense de 1978 (Americano, Fluminense de Nova Friburgo, Goytacaz e Volta Redonda). O torneio teve dois turnos e consagrou o Flamengo campeão. O primeiro turno foi nomeado de Taça Guanabara e o segundo turno de Taça Rio, nomes que perduram até os dias atuais.

Mas, após a disputa do torneio, a CBD considerou ilegal o critério desigual da FERJ das escolhas dos times que havia beneficiado os times cariocas, e forçou a mesma a organizar um novo campeonato o I Campeonato Estadual de Futebol, só que dessa vez reunindo todos os participantes dos estaduais carioca e fluminense de 1978, totalizando 18 participantes. O Flamengo novamente foi superior aos seus adversários e faturou os dois turnos e o título. O campeonato de 10 clubes, já concluído, foi renomeado para “Campeonato Estadual Especial de Futebol”.

De 1979 para cá, os times do interior bem que tentaram conquistar o tão sonhado titulo Carioca, mas só bateram na trave. As melhores campanhas de times do interior foram as do Americano (2002) e do Volta Redonda (2005), ambos ficaram com vice-campeonato perdendo suas respectivas finais para o Fluminense. Em 2005 o Flu tirou o título do Voltaço aos 47 do segundo tempo, quando Antônio Carlos aproveitou o cruzamento e cabeceou encobrindo o goleiro Lugão, fazendo o 3-1 e levando o título para o Tricolor das Laranjeiras.

Rafael Madjarof
Rafael Madjarof, Estudante de Jornalismo da Metodista, 20 anos. Sou apaixonado por diversos esportes (inclusive o futebol). Sempre pensei em trabalhar na área esportiva, pois desde pequeno acompanhei o esporte, e um dos principais motivos de eu ter decidido fazer o curso jornalismo é de trabalhar na área, também gosto da parte política, mas me considero acima de tudo um Louco por Esportes.

Artigos Relacionados