Goiás x Atlético-GO como aconteceu – Resultado, destaques e reação

A saber, no último sábado (2), no confronto entre Goiás x Atlético-GO pelo jogo de volta da final do Campeonato Goianoo Dragão levou a melhor e levantou a taça da competição.

ASSISTA AOS MELHORES MOMENTOS DE GOIÁS X ATLÉTICO-GO

1º TEMPO: GOIÁS LARGA NA FRENTE

A princípio, com uma dobradinha infernal de Diego e Apodi para cima de Arthur Henrique na ponta direita de ataque, o Goiás começou bem o jogo e dominou no primeiro tempo. O Verdão teve bastante volume e deu trabalho à defesa do Atlético-GO. O gol veio aos 30 minutos, com Nicolas completando de cabeça a cobrança de escanteio de Elvis. Até então mais preocupado em se defender, o Dragão só passou a jogar depois que saiu atrás no placar. Shaylon chegou a empatar aos 43, mas a arbitragem pegou impedimento de Dudu na jogada, antes do cruzamento.

2º TEMPO: ATLÉTICO-GO REAGE E DÁ SHOW

Depois do intervalo, o Atlético-GO voltou com uma postura muito mais agressiva e tomou conta da partida. O Goiás retornou sem Pedro Raul, lesionado, e com Albano em seu lugar. Não deu certo. O Esmeraldino perdeu força ofensiva, e o Dragão não demorou a empatar. Logo com um minuto, Marlon Freitas acertou um chutaço para igualar o placar. Aos 4′, Wellington Rato recebeu na área e deu uma cavadinha para superar Tadeu. O terceiro veio com Shaylon, que deixou o goleiro no chão e mandou para as redes, fechando a vitória por 3 x 1. Se não tirasse o pé, o time rubro-negro poderia fazer uma goleada histórica.

GOIÁS X ATLÉTICO-GO – E AGORA?

Em suma, para o Goiás o título não veio, mas Nicolas, atacante do time, terminou como artilheiro do Goianão. Com o gol marcado, ele chegou a oito e se isolou, deixando Matheuzinho e Pedro Raul, com sete, para trás.

Este foi o 16º título do Atlético-GO no Goianão. Decerto, o Dragão ultrapassa o Vila Nova, que tem 15, e se isola como segundo maior campeão da história em número de taças. O Goiás ainda é o recordista, com 28 conquistas.

Foto destaque: Reprodução / Agência Brasil

Carla Regina
22 anos, de São Paulo. Relacionar o esporte com a mídia, me permite levar informações verídicas ao consumidor, que assim como eu, são amantes dos esportes.
https://lorena.r7.com/colunista/Carla-Regina