Gledson se aproxima de marca importante na carreira jogando pelo Avaí

A princípio, faltam três rodadas para o fim do Brasileirão Série B. Em suma, o Avaí irá jogar contra o Guarani, Náutico e Sampaio Corrêa, respectivamente. Dessa maneira, se jogar os últimos três jogos da competição, o goleiro do Leão da Ilha, Gledson, chegará à marca de 500 jogos na carreira.

Além disso, vale destacar que o arqueiro tem sido peça fundamental para o Avaí nesta temporada. Em suma, Gledson participou de todos os 56 jogos da equipe, e soma um total de 79 jogos com a camisa do Leão da Ilha. Aliás, o clube catarinense é o terceiro time que mais vestiu a camisa.

No geral, na carreira do atleta, a equipe fica atrás do Campinense, com 107 jogos, e do Náutico, com 104. Nesta temporada, ele é o goleiro menos vazado do torneio, evitando tomar gols em 15 jogos, além de ser o quarto com maior número de defesas (89). O jogador falou sobre o bom momento.

“Me sinto muito honrado e feliz pelo ano que tenho vivido. Estou com 38 anos e consegui atingir boas metas pessoais e coletivas. Como por exemplo o título catarinense quando tivemos a defesa menos vazada, além de grandes jogos na Série B. A expectativa agora é se doar ao máximo para conseguir o acesso. Esse ano vai ser ainda melhor se conseguirmos conquistar esse feito, que é o sonho de todos que estão no clube, bem como dos torcedores. Estamos bem perto desse feito”.

Últimos jogos do Avaí no Brasileirão Série B

Além disso, Gledson falou também sobre os últimos resultados da equipe.

“Acho que faltou um pouco de sorte para nós nesses dois últimos jogos em casa. Na partida contra o CSA, por exemplo, saímos atrás no placar mas criamos muitas chances de gol. Tivemos a maior posse de bola e finalizamos mais de 20 vezes, o goleiro deles teve uma noite brilhante com várias boas defesas. Temos agora dois jogos decisivos fora de casa que serão como duas finais. É ter foco total nos treinamentos para que possamos ir lá agora para Campinas buscar a vitória”.

Foto destaque: Reprodução/ Avaí F.C.

Pedro Siqueira