Galiotte fala sobre Cavani no Palmeiras

As chances de Edinson Cavani permanecer no Paris Saint-Germain são cada vez menores. O contrato do atleta com o clube parisiense acaba no fim da temporada. O uruguaio é especulado em diversas equipes, inclusive do Brasil. Dessa maneira, além do São Paulo, o Palmeiras também se interessa pelo atleta. Mauricio Galiotte, presidente do Verdão, falou sobre o assunto.

VEJA MAIS:

Mariano revela que ‘falta de intensidade' tirou chances de Ganso no Sevilla

Atlético de Madrid quer Bernardeschi, e Juventus se interessa por Saúl

No final do ano passado, o irmão e empresário de Cavani, Walter Guglielmone, veio ao Brasil, onde teve uma reunião com Galiotte, que garante o interesse do Palmeiras no uruguaio. O mandatário, em entrevista à ‘Fox Sports', afirmou o interesse. Contudo, pontuou todos os impasses para a negociação.

“Ele perguntou obviamente se o Palmeiras tinha interesse, e todos os clubes têm interesse num jogador dessa envergadura, com esse potencial. Obviamente a gente sabe da complexidade que é a contratação desse porte, desse vulto. É um jogador com remuneração significativa, por merecimento. Houve essa conversa, depois não tivemos sequência, até porque eles não tinham definido o que fariam no segundo semestre”, revelou.

Além disso, Galiotte contou que foi uma reunião onde ambas as partes puderam entender as suas expectativas. No entanto, não teve nenhuma evolução. O presidente comentou sobre a importância da contratação de alguém como Cavani, mas pontuou que existe uma grande dificuldade. Assim, as probabilidades do uruguaio fechar com o Palmeiras são poucas.

“O que aconteceu foi isso, uma reunião para entender quais eram as expectativas de ambas as partes, conhecer a estrutura do Palmeiras. Falamos um pouco de Palmeiras, ele falou um pouco do Cavani, um pouco da história. Enfim, foi uma reunião de trabalho, mas até o momento não teve nenhuma evolução. Diante de tudo isso que está acontecendo, a chance é mínima, realmente é muito difícil”, contou.

Foto destaque: Reprodução/Benoit Tessier/Reuters

Lauren Berger
Lauren Berger, gaúcha e apaixonada por futebol. Cresci vendo grandes nomes do Brasil em campo e um sentimento especial cresceu em mim. Vi Ronaldinho Gaúcho, Fernandão, Cristiano Ronaldo, Iniesta e foi amor à primeira partida. Estudo na Universidade Luterana do Brasil-RS.

Artigos Relacionados