Gabriel Neves é apresentado (Foto: Rubens Chiri/São Paulo)

Nesta sexta-feira (3), Gabriel Neves foi apresentado no São Paulo. O volante é desejo de Hernán Crespo desde o início da temporada. Agora, o uruguaio demonstrou muito entusiasmo em vestir a camisa do Tricolor Paulista. Contudo, segundo ele, ainda precisa de tempo para aprimorar a forma física. Portanto, a sequência de treinamentos será importante para a nova contratação da equipe.

A princípio, Gabriel Neves esteve próximo de fechar com o São Paulo há alguns meses. Então, o jogador tratou de não esconder que ficou chateado com o desfecho da novela naquela época. Então, conseguir chegar ao clube neste momento fez o uruguaio ficar muito contente.

“Havia uma instância que o São Paulo se interessou em mim, me animei com a possibilidade de vir, mas caiu, me frustrou um pouco. Agora deu certo e quero desfrutar do clube”, disse Gabriel Neves.

Sabe-se que o que deixa o torcedor são-paulino preocupado é sobre a questão física do jogador. Afinal, as lesões estão atrapalhando o São Paulo nesta temporada. Além disso, Gabriel ficou de fora de alguns jogos pelo Nacional, devido a problemas musculares. Todavia, o volante fez questão de dizer que se sente bem e que apenas precisa de um tempo de adaptação.

“Alguns jogos não joguei, mas me sinto bem fisicamente. Tenho que me adaptar um pouco aqui, é um tempinho de adaptação que preciso. Estou bem e com muita vontade de entrar no ritmo.”, afirmou o volante.

https://twitter.com/SaoPauloFC/status/1433849062193778699

Gabriel terá a responsabilidade de vestir a histórica camisa número 15, utilizada por Hernanes, ídolo do São Paulo. Assim, a expectativa da torcida em cima deste atleta só aumenta. Contudo, a estreia do uruguaio ainda deve demorar alguns dias.

Foto Destaque: Divulgação/Rubens Chiri/São Paulo

Isaac Rufino
Tenho 19 anos e sou estudante de Jornalismo pela FMU, em São Paulo. Sou apaixonado por Jornalismo e todas as suas áreas, porém a minha preferência sempre foi na área esportiva. Meu primeiro objetivo é ganhar experiência na área, buscar conhecimento e aprender com os melhores, por isso estou aqui. Entretanto, ao falar sobre objetivos futuros, tenho certeza de que a minha maior meta é fazer a cobertura de uma Copa do Mundo. Me considero um cara exigente, obstinado e não me contento em ser apenas mais um. Estou aqui para mostrar a minha capacidade e galgar degraus dentro do Jornalismo.