Gabriel

Antes de tudo, o Corinthians enfreta o Atlético-GO, nesta quarta-feira (9), às 21h30 (horário de Brasília), em partida de volta da 3ª fase da Copa do Brasil 2021. Sendo assim, o volante Gabriel falou que busca sempre evoluir e melhorar no seu jogo. Anteriormente, o Dragão derrotou o clube paulista, por 2 x 0, no jogo de ida, na Neo Química Arena.

“Eu sou um cara que procuro ter uma auto avaliação. Sempre quero melhorar. Eu preciso sempre buscar isso dentro de mim para crescer como pessoa, jogador, atleta. Estava vendo detalhes ali para visualizar e memorizar melhor. Sabemos o que é preciso fazer, é um detalhe ou outro. Posicionamento. Vou procurando fazer dentro e fora de campo. Não fico só jogando videogame”, disse Gabriel.

https://twitter.com/Corinthians/status/1402611745202577411

GABRIEL COMENTA SOBRE  A COPA AMÉRICA

Além disso, comentou sobre a Copa América, que será realizada no Brasil, mesmo com a pandemia do coronavírus:

“Pergunta delicada. Estamos vendo o que vem acontecendo. Não posso opinar e não quero, porque não cabe a mim. Se eu fosse disputar, poderia ter uma opinião mais formada. Hoje, estou preocupado com o nosso jogo. Espero que seja tomada a decisão correta. A saúde do povo tem que estar em primeiro lugar, minimizar a morte das pessoas. Conheci muitos que se foram com a pandemia. Rezamos e deixamos para as autoridades tomarem a melhor decisão”, ressaltou. 

Por fim, está aprendendo com o técnico nos treinos:

“O Sylvinho vem passando informações no treino e fora dele. Lógico, algo mais específico de cada um. Virão mais vídeos. Quero isso, quero evoluir, aprender, ideias. Estou disposto a executar. O Sylvinho é um cara muito atento a isso”, concluiu. 

Em suma, o Corinthians busca seu quarto título da Copa do Brasil, após bater na trave em 2018, depois de perder para o Cruzeiro, na final do torneio.

Foto destaque: Divulgação/ Rodrigo Coca/Ag.Corinthians

Avatar
Juan Camilo
Meu nome é Juan Pablo, tenho 19 anos e estudo Jornalismo na Universidade Anhembi Morumbi (UAM). O jornalismo é um privilégio de estar nessa área incrível. Amo futebol, basquete, jogos antigos. Meu objetivo é conseguir ser um dos melhores jornalistas e ser correspondente esportivo.

Deixe uma resposta