Flu: Roger recorda título e mira no bi da Copa do Brasil

O atual comandante da equipe tricolor foi o herói da equipe em 2007. Desse modo, como jogador, Roger Machado se orgulha de ter seu nome escrito na história do Fluminense. Visto que, até hoje, o gol marcado pelo ex-zagueiro, na final contra o Figueirense, deu ao Flu seu único título da Copa do Brasil.

Dessa forma, o gol histórico que transformou Roger em um herói, agora, o motiva a conduzir o Tricolor à conquista do torneio. A princípio, o Time de Guerreiros estreia na Copa do Brasil, nesta quarta-feira (2), contra o Red Bull Bragantino. Portanto, ao site oficial do Flu, o técnico relembrou o título conquistado em 2007.

“Eu lembro com muita clareza da nossa campanha, dos jogos decisivos. Mas, é claro, não saem da minha cabeça os dois últimos jogos, mais especialmente o segundo, em que atuei desde o início de pude fazer o gol. Recordo que havia muito tempo que o clube não tinha uma conquista nacional e foi realmente muito especial”.

Vale ressaltar que, como se tivesse sido predestinado para ser o herói do título, Roger descobriu que seria titular na véspera da decisão de 2007. A saber, ao companheiro de quarto Ricardo Berna, confessou a certeza que seria decisivo na final. Assim sendo, o gol do título, feito pelo ex-zagueiro, tirou o Fluminense do jejum de 23 anos sem conquistas nacionais.

“A imagem que eu tenho é de depois da vitória, do estádio de Laranjeiras cheio de torcedores, o caminho do aeroporto até o clube, com muita gente correndo atrás do caminhão a nos saudar. Foi uma linda festa”.

Flu na Copa do Brasil

Agora, com o clube vindo de um longo período sem conquistas, o elenco faz sua estreia na competição. Portanto, como comandante do time, Roger mira se tornar bicampeonato do torneio.

“A expectativa é de que a gente consiga brigar por esse título. Não podemos ter uma expectativa diferente. Eu já fui campeão algumas vezes, uma delas aqui, em um momento importante do clube. Sei como é comemorar uma conquista como essa, então o desejo é de conquistá-la mais uma vez”.

Assim, o treinador destacou a qualidade do primeiro adversário do Tricolor. Contudo, fez questão de ressaltar a força do Fluminense, após conseguir a classificação para as oitavas de final da Libertadores, como líder, do considerado “grupo da morte” da competição.

“Às vezes a gente pega um time menos ranqueado que o seu e a dificuldade também é muito grande. Nós estamos preparados porque enfrentamos um grupo muito forte na Libertadores que nos deu corpo para esse tipo de confronto, esses jogos fortes contra equipes que também planejam ir longe na competição e iniciam o Campeonato Brasileiro forte. O Red Bull Bragantino é essa equipe que desde o ano passado se consolidou no cenário nacional. Não vai ser uma parada fácil, mas nós estamos preparados”.

Dessa forma, o clube divulgou a lista de relacionados para o confronto de estreia, desta quarta-feira (2), contra o Red Bull Bragantino, às 21h30 (horário de Brasília), no Maracanã.

  • Goleiros: Marcos Felipe e Muriel
    Laterais: Samuel Xavier, Egídio, Calegari e Danilo Barcelos
    Zagueiros: Luccas Claro, Manoel, David Braz e Matheus Ferraz
    Volantes: Wellington, Yago e Martinelli
    Meias: Nenê e Ganso
    Atacante de lado: Gabriel Teixeira, Caio Paulista, Luiz Henrique, Kayky e Lucca
    Centroavantes: Fred, Abel Hernández e Bobadilla

Foto Destaque: Divulgação/Fluminense

Juliana Veiga
Estudante de Jornalismo, carioca, 22 anos. Escolhi o jornalismo, pois é uma profissão admirável, que apresenta uma amplitude de áreas para atuação e possui a missão de informar e formar opiniões. Desde a minha infância sonhava em ser comunicadora, e a paixão pelo futebol sempre esteve presente em minha vida. Assim, tornando o jornalismo esportivo a primeira certeza que tive na profissão. Redatora em sites jornalísticos e apaixonada por esportes, escrita e fotografia.