Na tarde deste domingo (30), Santos e Flamengo se enfrentaram pela 6ª rodada do Brasileirão Série A 2020. Assim, a Vila Belmiro serviu como palco para o clássico que terminou em 0 x 1. Em um jogo pegado, os visitantes abriram o placar nos acréscimos do 1º tempo com Gabriel Barbosa. Outro destaque da partida foi a demora do VAR, que totalizou quase 10 minutos para anular dois gols dos mandantes.

1º TEMPO

A princípio, o jogo iniciou a todo vapor. Os donos da casa tiveram uma oportunidade com Marinho pela lateral direita. Contudo, o goleiro Daniel Alves espalma a bola, que chega a Soteldo e o mesmo chuta para a linha de fundo. Logo na sequência, chega a vez dos visitantes. Aos 6′, Gabriel Barbosa chega no ataque com grande perigo. Semelhantemente, o arqueiro alvinegro também aplana a redonda. Michael aparece sozinho para o rebote, mas acaba desperdiçando a chance. Assim, começa o episódio do tempo utilizado pelo VAR. Aos 9′, o artilheiro do Santos chega na área, limpa o espaço e dribla os zagueiros. O mesmo toca para Pará, que encontra Raniel, e o camisa 12 manda para o fundo do gol. Todavia, é marcado impedimento e o tento é anulado.

Assim também, em uma cobrança de falta, Marinho converte na bola parada. A história se repete e o lance vai para a análise lenta do VAR. Similarmente, também há impedimento na jogada e mais um gol é anulado. Ainda assim, o Alvinegro Praiano continua atacando e criando chances excelentes. Todavia, o Rubro-Negro também esbanja desejo de marcar. Dessa maneira, o goleiro João Paulo teve uma atuação imprescindível. Entretanto, aos 4′ de acréscimo, não consegue parar Gabigol. O aniversariante do dia, aproveita o contra-ataque, e com assistência de Michael abre o placar. 1 x 0 para o Flamengo.

2º TEMPO

Assim como o 1º tempo, a etapa complementar iniciou com grandes lances. Logo aos 3′, Gabigol recebe a redonda e chuta de primeira na direção do gol. Contudo, em uma bela defesa, João Paulo espalma e manda a bola para a linha de fundo. Sob o mesmo ponto de vista, as duas equipes exploram o ataque e o jogo continua pegado. Por consequência do excesso de vontade, acabam acontecendo diversas faltas, diminuindo o ritmo da partida. Todavia, o Peixe tenta resistir e procura o empate. Dessa forma, Daniel Alves acaba sendo muito acionado. Como por exemplo, em um chute perigoso de Raniel aos 17′. Após essa defesa, sente dores e é substituído por César.

Até então, o time da casa possui mais volume de jogo. Mas, o camisa 9 do Mengo, aparenta estar em uma noite muito inspirada. Assim, aos 22′, por pouco não amplia o placar. O atacante aproveita o contra-ataque com velocidade, chuta para o gol e acaba errando a direção. Na sequência, aparece novamente, mas dessa vez, ainda mais perto. Encontra cara-a-cara o goleiro, mas desperdiça a chance. Sendo assim, o jogo segue com diversas oportunidades para ambas as equipes, mas sem oferecer muito perigo. Dessa maneira, o resultado não se altera, e o clássico termina em 0 x 1.

E AGORA?

Até o momento, somando sete pontos, a equipe de Cuca se encontra na 10ª posição. O próximo compromisso está marcado para esta quarta-feira (2), novamente na Vila Belmiro, às 21h30 (horário de Brasília). Por fim, o esquadrão de Domènec Torrent, aparece logo em cima do Santos. Com a soma de oito pontos, se garante na 9ª colocação. Também na quarta-feira (2), disputa a 7ª rodada do Brasileirão 2020. O duelo será fora de casa, contra o Bahia, no estádio Pituaçu, às 20h30 (horário de Brasília).

MELHORES MOMENTOS

Foto Destaque: Divulgação/Alexandre Vidal/CRF

Avatar
Giovanna Monteiro
Cursando o 4º semestre de Jornalismo na Universidade Anhembi Morumbi, apaixonada por esportes desde os 7 anos e hoje com a cabeça e o coração encaminhados ao Jornalismo Esportivo.

Artigos Relacionados