Em novembro do ano passado, a torcida do Flamengo viveu um de seus maiores momentos na sua história. O Mengão conquistou pela segunda vez a Libertadores da América. Entretanto, apesar da equipe ter superado o River Plate, o time carioca não rendeu o mesmo dos outros jogos. Filipe Luís, lateral-esquerdo contratado em julho de 2019, admitiu isso em uma live beneficente feita no último domingo (14).

Nesta partida, Los Millonarios abriram o placar aos 14 minutos da primeira etapa, com Santos Borré. Ademais, os argentinos demonstraram muita intensidade no jogo, dificultando para o Rubro-Negro. Mesmo assim, o Mengo mostrou sua qualidade, onde Gabigol apareceu e marcou dois gols, garantindo a taça para o plantel. Na live realizada junto ao clube, Filipe Luís relembrou o quanto foi emocionante aquele dia, além de todas as dificuldades sofridas. Ele ainda confirmou que foi sua pior partida desde quando chegou ao time.

“Sobre a final da Libertadores, para o brasileiro, para o flamenguista, era muito especial. Foi até agora sem dúvida, meu pior jogo como jogador do Flamengo. Foi um dia horrível para mim (risos). O time todo não jogou bem aquele jogo, fomos fazer o gol no final do jogo, no último minuto. Estava um jogo truncado, não conseguíamos jogar, o River fazia um bom jogo. Mas, depois de tantos anos, tinha que ser de forma épica, histórica. Foi realmente muito especial”, comentou Filipe.

Após isso, completou afirmando que nunca se viu conquistando o título da maior competição continental.

“Eu sempre tive sonho de ganhar a Champions, mas nunca, nem nos meus melhores roteiros, eu tinha imaginado ser campeão da Libertadores com o Flamengo vendo tantas eliminações nos anos anteriores e sendo flamenguista. Chegar e seis meses depois beijar esse troféu, foi único”, disse o desportista.

NÚMEROS

No total, o Fla conquistou sete vitórias, três empates e três derrotas na competição. Também marcou 24 gols e tomou 10. Gabriel Barbosa terminou como artilheiro do torneio, com nove gols marcados. Além do mais, Bruno Henrique terminou como maior garçom, totalizando cinco assistências.

Foto destaque: Reprodução/Alexandre Vidal/Flamengo

Avatar
Lucas de Lima Barão
Atualmente, estou no 6º semestre de jornalismo pela Universidade Nove de Julho. Tenho vontade de trabalhar com jornalismo esportivo, entretanto, não descarto abrir portas para outros caminhos. Ganhei um prêmio de melhor trabalho jornalístico no 5 semestre, onde meu grupo e eu produzimos um site. Estou em busca de encontrar oportunidades no mercado de trabalho.

Artigos Relacionados