Felipe Baiano pode ajudar a equipe do Anápolis a chegar no mata-mata. Foto destaque: Divulgação/ Anápolis

De volta ao Anápolis após quatro anos, o volante Felipe Baiano vive a sensação de jogar de novo com a camisa tricolor nesta quarta-feira (13). Em duelo contra o Aparecidense, às 19h30 (horário de Brasília), no estádio Jonas Duarte, válido pela 11ª rodada do Campeonato Goiano ainda de 2020, ele entra em campo,

Além disso, vice-campeão do Goianão de 2016 com o Galo, o jogador espera ajudar a equipe a conquistar pela primeira vez o estadual, feito que quase foi possível naquele ano. Na ocasião, o Goiás acabou levando o título nos pênaltis, depois de dois empates no tempo normal.

“Estou muito feliz de voltar ao Anápolis. Tenho boas lembranças da minha primeira passagem, onde fizemos uma ótima campanha no Goiano. Confesso que perder aquele título em 2016, da forma como foi, ficou engasgado até hoje. Espero ajudar novamente o máximo possível, e se Deus quiser, dessa vez terminar de uma maneira diferente com a gente comemorando lá no final”, afirma Baiano.

Mesmo com a perda do estadual, Felipe Baiano teve motivos para comemorar. O volante foi escolhido para a seleção dos melhores do torneio naquele ano. Além disso, agora mais experiente, o meio-campista de 32 anos confia em mais uma boa campanha do Galo no Goiano 2020. Assim, começando pela classificação para as quartas de final da competição. Aliás, restando apenas dois jogos para o fim da primeira fase, a equipe está no G8, ocupando o 6º lugar, com 13 pontos.

CLASSIFICAÇÃO DA EQUIPE DE FELIPE BAIANO

“O Anápolis montou um grupo bem qualificado para essa reta final, então estamos todos muito motivados e esperançosos. Vejo muito potencial com as peças que chegaram e acredito que nossas chances no campeonato aumentaram consideravelmente. Tenho certeza que podemos ir longe novamente”, concluiu Felipe.

Além disso, o líder do torneio é o Atlético de Goiás, com 23 pontos em 10 jogos. O time, que está na primeira divisão do brasileiro, faz a melhor campanha e está classificado para a próxima fase. Faltando duas rodadas, quem pode ultrapassar o Anápolis é o Vila Nova e o Grêmio Anápolis. Mas a chance é pequena da equipe de Felipe Baiano ficar de fora da fase mata-mata.

Foto destaque: Divulgação/Anápolis

Luiz Felipe Silva
Eu escolhi jornalismo pelo amor ao esporte. Ele sempre fez parte da minha vida e gostaria de viver ao lado dele. Já trabalhei em web rádio, fiz podcast e atualmente faço o Babá arretado, junto com artigos no site www.brunoperes.tv.

Artigos Relacionados