éverson

Em suma, o grande trabalho que a defesa do Galo vem fazendo, com somente três gols sofridos em dez jogos, passa por Éverson. Decerto, os números do goleiro neste período são incríveis, com direito a mais de 90% de defesa em chutes na direção do gol do Atlético-MG.

A vida de um goleiro não é fácil. Se hoje se fala do grande momento de Éverson, tudo poderia ser diferente se o VAR validasse o gol do Boca Juniors, no jogo de volta das oitavas de final da Libertadores. Decerto, naquele lance, o goleiro falhou e, possivelmente, seria o gol da eliminação do time. Entretanto, naquela mesma partida, Éverson brilhou na disputa de pênaltis, com direito a duas defesas e bater a cobrança decisiva.

Portanto, a partir daí, a boa fase do goleiro só aumentou. Especificamente, são 92% de bolas defendidas, com direito a 33 defesas no período. Além disso, são quatro jogos sem levar gols: Boca Juniors (0 x 0 em casa, Libertadores), Bahia (3 x 0 pelo Brasileirão e 2 x 0 pela Copa do Brasil) e Athletico-PR (2 x 0, Brasileirão).

Se continuar com esta sequência, Éverson entra para a história do time com uma marca expressiva: cinco jogos seguidos sem levar gol, algo que não acontece há sete anos.

Foto destaque: Reprodução/Reuters

Robert Ferreira
Sou o Robert! Fiz jornalismo para vivenciar histórias, estar dentro dos fatos e o principal, ter acesso a verdade, sempre! O esporte sempre esteve na minha vida, e unir a escrita com o futebol seria é o ideal de vida. Escrevi para redação do jornal universitário além de atuar fortemente nas redes sociais com posicionamentos sobre cultura negra. Sujeito calmo com o objetivo de ganhar o mundo!