Escalação: São Paulo não terá peças importantes contra Palmeiras

Nesta segunda-feira (20), o São Paulo irá enfrentar o Palmeiras sem algumas peças importantes do elenco. Assim, pela 13ª rodada do Brasileirão, Rogério Ceni terá que quebrar a cabeça para escalar o time. Contudo, no treino deste domingo (19), o treinador deu pistas do possível titular que vai tentar se recuperar de uma derrota na competição nacional.

Decerto, o maior desafio do São Paulo têm sido enfrentar os problemas físicos nas últimas semanas. Afinal, Andrés Colorado, Nikão, Sara, Talles, Caio, Alisson e Luan estão se recuperando de lesões. Além disso, o jovem lateral-direito Moreira vai defender a seleção portuguesa sub-18 e também está fora. Então, essa lista de desfalques deve se repetir no Choque-Rei de quinta-feira (23), pelas Copa do Brasil.

No treinamento deste domingo (19), Rogério Ceni trabalhou bolas aéreas defensivas e ofensivas, bem como atividades técnicas e táticas.

Portanto, baseando-se nos últimos treinos e nas escalações recentes é possível deduzir que o time que o São Paulo vai ter em campo é o seguinte: Jandrei; Arboleda, Miranda (Léo), Diego Costa; Igor Vinícius, Igor Gomes, Rodrigo Nestor, Patrick (Pablo Maia) e Reinaldo; Luciano e Calleri.

A princípio, poderia se imaginar um time misto neste jogo, pois a próxima partida é um mata-mata pela Copa do Brasil. Contudo, o treinador da equipe deixou claro que a prioridade é o Brasileirão. Afinal, o objetivo do Tricolor é retornar à Libertadores.

O São Paulo precisa se recuperar de uma derrota para o Botafogo na última rodada. Com uma vitória, o time retornaria ao G6. No entanto, derrota nos próximos clássicos podem culminar numa crise na equipe.

Sem essas peças importantes, o jogo entre São Paulo e Palmeiras ocorre nesta segunda-feira (20), às 20h (horário de Brasília), no Morumbi, pela 13ª rodada do Brasileirão Série A.

Foto Destaque: Divulgação/São Paulo

Isaac Rufino
Tenho 19 anos e sou estudante de Jornalismo pela FMU, em São Paulo. Sou apaixonado por Jornalismo e todas as suas áreas, porém a minha preferência sempre foi na área esportiva. Meu primeiro objetivo é ganhar experiência na área, buscar conhecimento e aprender com os melhores, por isso estou aqui. Entretanto, ao falar sobre objetivos futuros, tenho certeza de que a minha maior meta é fazer a cobertura de uma Copa do Mundo. Me considero um cara exigente, obstinado e não me contento em ser apenas mais um. Estou aqui para mostrar a minha capacidade e galgar degraus dentro do Jornalismo.

Deixe um comentário