Jovem de apenas 20 anos, Gregory comemora chance no Bahia

Chamado para atuar nos minutos finais contra o Londrina, o Meio-campista Gregory, de apenas 20 anos, falou sobre a emoção de ter entrado em campo. Em entrevista no CT Evaristo de Macedo, nesta sexta-feira (6), o jovem atleta disse que foi surpreendido por Guto Ferreira, ao chamar seu nome. Contou também que após a partida, familiares e amigos ligaram para o mesmo, parabenizando pela conquista. Gregory, espera ter mais chances ao longo desta Serie B.

Emoção de ter tido oportunidade

“Fiquei surpreso. Foi uma emoção muito grande quando Guto me chamou, eu não esperava. Estou muito feliz de compor o grupo profissional e vamos trabalhar forte nos treinamentos. A gente entrou e saiu com o triunfo. Várias pessoas me ligaram, minha família e amigos me parabenizando após o jogo”. Disse, em entrevista.

Cada atleta que saí da base rumo ao profissional, tem a sua inspiração. Dessa forma, aqui no Brasil, o meia falou que se inspira em Daniel, camisa 10 do Bahia. Do mesmo modo, o belga Kevin De Bruyne, os franceses Paul Pogba e N'golo Kanté, o argentino Lionel Messi e o brasileiro Neymar Júnior, são outros atletas que servem de inspiração. De fato, ainda não conhecendo muito o jovem, a torcida ainda não sabe as características de jogo de Gregory. Portanto, contou um pouco.

“Gosto de jogar pelo meio, faço atacante de beirada também. Mas, gosto de jogar solto. Chegando na área para bater e dando assistência, é o meu ponto forte.”

Dessa maneira, próxima terça-feira (10), o esquadrão de aço tem o jogo de volta da Copa do Brasil. Contra o Azuriz-PR, o time precisa reverter o 0 x 0 da Arena Fonte Nova para ficar com a vaga. O professor da equipe deu indícios de que pode mesclar nesta partida. Logo, o atleta foi perguntado se ele está preparado caso seja relacionado.

“A gente vem treinando firme e forte. Eu creio que as oportunidades vão chegar, estou trabalhando firme e forte para que eu esteja preparado” Finalizou.

Foto Destaque: Felipe Santana/ EC Bahia

 

Caio Santos
Jornalista Esportivo, 23 anos, apaixonado por esportes. Na minha carreira, almejo ser comentarista de futebol e o meu maior sonho é cobrir uma Copa do Mundo.