Marcadas para o próximo dia 5 de março, as eleições do Sport tiveram uma reviravolta na tarde desta quinta-feira (18). Isso porque, apesar de já inscrita, a atual gestão do Leão anunciou mudanças em sua chapa intitulada Sport de Primeira. Assim, antes encabeçada por Fred Domingos e Bruno Reis, a nova composição terá Milton Bivar na presidência executiva e Carlos Frederico na vice-presidência executiva. Enquanto que Pedro Lacerda segue como candidato à presidente do Conselho Deliberativo e Gustavo Oiticica, como vice-presidente, no mesmo grupo.

Dessa forma, o agora candidato Milton Bivar fez o anúncio em entrevista ao Jornal do Commercio e Blog do Torcedor. Nele, o ex-presidente ressaltou a necessidade de dar sequência ao trabalho da atual gestão executiva e de futebol. Vale lembrar que Bivar era o presidente do Sport até o final do ano passado, quando se licenciou do cargo por problemas de saúde. Além disso, inicialmente, seria candidato à reeleição, mas desistiu de concorrer nas eleições por não saber lidar com a política “acompanhada de interesses pouco legítimos“.

ENTRADA DE MILTON BIVAR

Assim, quem deu maiores detalhes sobre as razões que motivaram a alteração na chapa há poucas semanas do pleito foi o então candidato Fred Domingos. Logo, na mesma entrevista, ele destacou os ataques que a gestão Milton Bivar vem sofrendo, especialmente durante a campanha:

O presidente Milton começou a ser atacado violentamente. Não só ele como pessoa física, mas também a administração dele junto ao Sport. Como se ele não fosse responsável por ter sido campeão pernambucano, por ter tentado soerguer o clube, manter o clube na primeira divisão, que o único responsável pela manutenção do time é Jair. E ai, as agressões passaram para o lado pessoal, inclusive familiar”, afirmou Fred Domingos.

Ele veio falar comigo, que eu era o candidato dele, na possibilidade de ceder a chapa para ele tentar a reeleição. Eu disse a ele que nada mais justo. Até porque eu insisti muitas vezes para ele tentar a reeleição, em outubro do ano passado. Com esse risco de o clube ter de volta as mesmas pessoas que afundaram o clube, ele se colocou à disposição para ser candidato de tal sorte que eu cedi, embora a campanha já esteja na rua, porque entendo que o nome dele tem peso eleitoral diferente. Tem todo direito de não ser atacado como está sendo“, finalizou.

GESTÃO MILTON BIVAR NO SPORT

Atualmente, Fred Domingos faz parte da diretoria de futebol do Sport que conta com Carlos Frederico como presidente, após licenciamento de Milton Bivar. Vale lembrar que a nova composição da chapa venceu as últimas eleições no Leão, em 2018. Além disso, a entrada de Milton Bivar no pleito altera o cenário eleitoral que não tinha em seus candidatos nenhum nome de peso da política rubro-negra.

Durante o último biênio, entre 2019 e 2020, Milton Bivar recebeu o clube em uma crise financeira sem precedentes com vários processos trabalhistas por salários atrasados. Com o Leão na Série B, após cinco anos na elite, na primeira temporada, foi campeão pernambucano e subiu o clube para a Série A. Mas, em 2020, amargou vexames com a pior campanha de sua história no estadual, onde disputou o quadrangular do rebaixamento. Além disso, caiu ainda na primeira fase da Copa do Brasil para o Brusque. Apesar disso, sob o comando de Jair Ventura, está perto de garantir a permanência na Primeira Divisão.

Por fim, as eleições no Sport estão marcadas por mudanças e polêmicas para definição de sua data, anteriormente prevista para 10 de dezembro. Assim, após decisões judiciais, ficou definida para 5 de março e conta com quatro chapas inscritas. Dessa forma, além de Milton Bivar à reeleição, concorrem pela oposição Nelo Campos, Delmiro Gouveia e Eduardo Carvalho.

Foto Destaque: Divulgação / Facebook Sport Club do Recife

Ricardo do Amaral
Ricardo do Amaral
"Alvíssaras! Sou Ricardo Accioly Filho, pernambucano de 27 anos, advogado e estudante de jornalismo pela Uninassau. Tenho como mote que “no futebol, nunca serão apenas 11 contra 11”; é arte, é espetáculo, humanismo, tem poder de mover multidões e permitir ascensões sociais. Como paixão nacional do brasileiro, o futebol me acompanha desde cedo, entretanto como nunca tive habilidade para praticá-lo, busquei associar duas vertentes de minha vida: o prazer pela leitura e o esporte bretão. Foi nesse diapasão que encontrei no jornalismo esportivo o elo de ligação que me leva a difundir e informar o que, nas palavras de Steven Spielberg, é o “mais belo espetáculo de imagens que já vi”."

Deixe uma resposta