Em grande fase no Flamengo, o goleiro Diego Alves comemora 35 anos nesta quarta-feira (24). Do mesmo modo, fazendo parte da equipe do clube da Gávea desde julho de 2017, o camisa 1 é titular incontestável na equipe de Jorge Jesus um dos capitães do Mister, ao lado de Everton Ribeiro e Diego Ribas, consolidando-se como um dos nomes importantes nos cinco títulos conquistados nos anos de 2019 e 2020, por ora. Nesse sentido, a Coluna Parabéns ao Craque vem homenagear esse grande ídolo do clube Rubro-Negro.

UOL (Foto: Reprodução / Henry Romero / Reuters)

O INÍCIO DE UM SONHO

Diego Alves Carreira, nasceu em 24 de Junho de 1985, na cidade do Rio de Janeiro. Como todo garoto, sonhava em ser jogador de futebol, tendo como espelho o seu pai que também almejava ter a vida profissional sob os gramados. Mas não pensem que o menino Diego tinha o desejo de marcar gols. Pelo contrário, aos 5 anos de idade já havia decidido ser goleiro.

Nesse sentido, experimentou ser goleiro de futebol de salão em São José dos Campos. Desde essa época já gostava de observar os grandes goleiros dos anos 90. Zetti, por exemplo, era um grande ídolo do Diego. Nesse ínterim, passou a gostar cada vez mais dessa posição e começou a jogar no campo. Aos 16 anos teve a dádiva de assinar o primeiro contrato profissional e aos 18 anos de idade chegou ao Atlético Mineiro.

NAS DIFICULDADES SURGE UM VENCEDOR

Há quem acredite que a trajetória do Diego Alves sempre fora um mar de rosas. Não se engane! Assim como toda pessoa que corre atrás de um sonho e passa por uma série de dificuldades, o goleiro também teve momentos difíceis.

Diego foi morar em Ribeirão Preto, interior paulista, ainda criança. Na pré-adolescência, já atuando em times da cidade, engordou 20 quilos em função de tratamento contra paralisia facial que era feito com corticoides e colaborava para o aumento de peso. Além disso, por ser gordinho, escutava que não era o indicado para a posição. Em razão disso, seus amigos o chamavam de “X-Tudo”.

“Cheguei a pesar 70 quilos, era obeso. Mesmo assim, sempre segui fazendo esporte, não fiz dieta. Eu procurava correr. O próprio treinamento me ajudou a emagrecer. Nunca deixei de jogar bola, já no gol. Quando cheguei aos 12, cresci e voltei a ficar magro.” Contou o goleiro em entrevista ao portal Uol, em 2012.

Globo Esporte (Foto: Divulgação / Arquivo pessoal)

A TRAJETÓRIA DE DIEGO ALVES NA ESPANHA

Como se já não bastasse toda dificuldade enfrentada na infância, Diego Alves precisou passar por mais alguns obstáculos ao chegar na Espanha. Em junho de 2007, foi comprado por € 2,50 milhões pelo Almería. Contudo, ao chegar lá foi contestado pela sua capacidade dentro de campo. Pois conheciam somente os grandes atacantes do Brasil.

Todavia, acostumado a não abaixar a cabeça, Diego Alves se empenhou ao máximo para provar o que era capaz de fazer. Com poucos meses atuando no futebol espanhol, conseguiu um feito histórico: quebrou o recorde do goleiro Iker Casillas, ex-Real Madrid, ao ficar 618 minutos sem sofrer gols.

Considerado pela imprensa espanhola como um dos principais goleiros em atividade no país, conseguiu a façanha de defender o maior número de pênaltis em apenas uma temporada da La Liga: foram 7 defesas em 13 cobranças, sendo um deles batido por Cristiano Ronaldo. E mais uma vez, saiu vencedor de uma batalha. Sendo ela psicológica ou não.

DIEGO ALVES: O PAREDÃO DO FLAMENGO E O CASO DE AMOR COM O CLUBE

Em 16 de Julho de 2017, Diego Alves foi transferido do Valencia para o Clube de Regatas do Flamengo. Mas acredite se quiser, o relacionamento entre o goleiro e o Rubro-Negro já acontecia antes da apresentação oficial. Parecido com filmes românticos e clichês, primeiro aconteceu o flerte entre a torcida rubro-negra e o goleiro.

Nesse sentido, os torcedores invadiram as redes sociais do camisa 1 e pediram para que ele aceitasse defender o time carioca. Porém, sem nenhuma negociação em curso, o próprio jogador tomou atitude e decidiu namorar o Flamengo. Contudo, há quase três anos atrás, as duas partes decidiram ter algo mais sério e se casaram.

Entretanto, o que ninguém sabia naquela época, era que o casamento daria tão certo. Além disso, o goleiro faz aniversário em meio a uma pandemia mundial, mas nada é capaz de tirar a alegria dos pombinhos apaixonados. Não à toa, o Flamengo já manifestou, inclusive publicamente, que tem o interesse de renovar o vinculo de Diego Alves, que se encerra em dezembro deste ano.

Diego Alves ganhou um Campeonato Carioca, um Campeonato Brasileiro e uma Libertadores da América em 2019. Além de uma Supercopa do Brasil e uma Recopa Sul-Americana em 2020. Em suma, a cada pedra no caminho, é importante resgatá-las e construir muralhas. Muralhas que são feitas para defender os ideais, sonhos e metas. Muralhas essas que ajudaram a formar o paredão que é o Diego Alves. Não somente em campo, mas na vida. Parabéns, ídolo!

 

Foto Destaque: Divulgação /Alexandre Vidal / Flamengo

Thamirys Abreu Vieira
Thamirys Abreu Vieira
Sou carioca, graduada em Jornalismo pela Universidade Salgado de Oliveira (Universo). Pretendo me especializar na área esportiva e vivenciar a cada dia a magia do futebol. Exigente e de temperamento forte, mas sempre disposta a aprender. Apaixonada pela leitura e o mundo futebolístico.

Artigos Relacionados