Atacante do São Paulo está de saída

Nesta semana, o Futebol na Veia soltou a informação de que João Rojas irá rescindir o contrato, mas outro atacante também está de saída do São Paulo. Dessa forma, a reformulação do elenco para 2022 já está iniciando. Portanto, esses devem ser os primeiros da fila. Afinal, mais rescisões são aguardadas pela diretoria.

A princípio, a bola da vez é o atacante Éder. O ítalo-brasileiro não conseguiu embalar uma sequência de jogos pelo São Paulo. Assim, o jogador sofreu com lesões e falta de condicionamento físico durante toda a tempora. Embora a justificativa tenha sido o fato do atleta ter vindo do futebol chinês, a torcida perdeu a paciência. Já que, Miranda veio da mesma equipe e foi um dos melhores do time.

Pelo São Paulo, Éder coleciona cinco gols em 28 jogos. Dessa forma, a média ruim do atleta faz com que Rogério Ceni siga com o atacante no banco de reservas. Inclusive, o ex-Inter de Milão é preterido por Vitor Bueno e garotos da base. Assim, a direção e os empresárioss do jogador negociam a rescisão contratual de maneira amigável. O intuito do clube é reduzir a folha salarial.

Em contrapartida, Éder quer ter mais chances para demonstrar o seu bom futebol. Claro, ele enxerga que isso não é mais possível no São Paulo. Por isso, será importante para o veterano respirar novos ares. Contudo, ainda não se sabe se o atacante irá procurar um novo clube no Brasil ou no exterior.

Ainda não se sabe com certeza quais jogadores sairão ao final da temporada. Entretanto, imagina-se que, além do atacante, os outros jogadores de saída do São Paulo sejam Vitor Bueno, Willian, Shaylon, Galeano e Benítez podem deixar o Morumbi.

Foto Destaque: Divulgação/São Paulo

Isaac Rufino
Tenho 19 anos e sou estudante de Jornalismo pela FMU, em São Paulo. Sou apaixonado por Jornalismo e todas as suas áreas, porém a minha preferência sempre foi na área esportiva. Meu primeiro objetivo é ganhar experiência na área, buscar conhecimento e aprender com os melhores, por isso estou aqui. Entretanto, ao falar sobre objetivos futuros, tenho certeza de que a minha maior meta é fazer a cobertura de uma Copa do Mundo. Me considero um cara exigente, obstinado e não me contento em ser apenas mais um. Estou aqui para mostrar a minha capacidade e galgar degraus dentro do Jornalismo.