cuca

Em suma, o STJD adiou o novo julgamento do treinador Cuca, que foi condenado a quatro jogos de suspensão por ofensas. Decerto, este era o recurso que o Atlético-MG havia pedido para que o treinador não precisasse cumprir toda a pena.

Portanto, o caso aconteceu na 6ª rodada, na derrota para o Ceará. Cuca xingou o árbitro Leandro Pedro Vuaden, após reclamar de decisões do próprio durante o jogo. O árbitro colocou todas as ofensas na súmula. No primeiro julgamento, o treinador pegou quatro jogos de gancho. Porém, até agora, cumpriu dois, pois o Atlético-MG conseguiu efeito suspensivo. Assim, Cuca retornou aos campos e aguardava a nova decisão do tribunal.

Decerto, sem nova data para julgamento, Cuca seguirá nos campos junto ao time, que só volta a jogar no dia 12, contra o Fortaleza, fora de casa, no Brasileirão. Na época do caso, o treinador divulgou pedido de desculpas para Leandro Pedro Vuaden publicamente:

“Venho, portanto, com toda humildade, me retratar e pedir desculpas ao árbitro e ao homem Vuaden. Nunca poderia ter usado as palavras que usei, exageradas, injustas e que não expressam de forma alguma o que eu penso sobre ele e o que eu sinto por ele”.

Foto destaque: Reprodução/Atlético-MG

Robert Ferreira
Sou o Robert! Fiz jornalismo para vivenciar histórias, estar dentro dos fatos e o principal, ter acesso a verdade, sempre! O esporte sempre esteve na minha vida, e unir a escrita com o futebol seria é o ideal de vida. Escrevi para redação do jornal universitário além de atuar fortemente nas redes sociais com posicionamentos sobre cultura negra. Sujeito calmo com o objetivo de ganhar o mundo!