Cuadrado decide e Itupiranga segue vivo no Parazão

- Time interiorano precisa de tropeços dos rivais para avançar na competição
Quadrado decide e Itupiranga segue vivo no Parazão

Na manhã deste sábado (1), o Campeonato Paraense retornou suas atividades. Com todos os jogos acontecendo em Belém e sem a possibilidade de rebaixamento nesse ano, Itupiranga e Carajás foram os protagonistas. O jogo aconteceu no estádio da Tuna Luso, o Souza, e apesar do calor, as duas equipes fizeram jogo emocionante, sendo decidido no último lance. Dessa forma, graças ao talento de Quadrado (não é aquele!), o Crocodilo acabou se saindo melhor.

1º Tempo

O jogo em Belém começou quente e o visitante do dia foi eficiente. Pulga recebeu lançamento dentro da área, ganhou da defesa e tocou na saída do goleiro, abrindo o placar para o Carajás. O jogo continuou quente, com boas oportunidades dos dois lados, apesar do calor. Já nos acréscimos, assim como o rival, Quadrado recebeu cruzamento, driblou o goleiro e fez um golaço para o Itupiranga! Dessa forma, com tudo igual no marcador, fomos para o intervalo.

2º Tempo

O Crocodilo voltou melhor e soube aproveitar suas oportunidades. Aos 17′, em escanteio cobrado pela direita, a bola sobrou para Dok na entrada da área. Ele bateu colocado, no canto, sem chances para o arqueiro. Mas a comemoração durou apenas 12 minutos, quando o Pulga conseguiu contra-ataque em velocidade, e Pulga tocou para Lucas Corrêa sozinho empurrar para o gol. Com o calor, substituições sendo feitas, o jogo caminhava para o empate, até que Quadrado foi derrubado dentro da área e o juiz marcou pênalti. Kauwe bateu no canto alto, assim, fechando o placar com vitória do Itupiranga.

E Agora?

O resultado coloca o Itupiranga na 4ª posição do grupo A1 do torneio, com 11 pontos, ainda sonhando com vaga nas semifinais. Já o Carajás segue lanterna do A2, e da competição, com apenas dois pontos, sem chance alguma de avançar. Na próxima rodada, o Crocodilo tem a missão de encarar o Paysandu, enquanto o Pica-Pau joga contra o Paragominas. Os dois jogos acontecem na próxima quarta-feira (5).

Melhores Momentos

Foto/Destaque: (Reprodução/Twitter/FutebolZueiroPA)

Ruan Silva

Sobre Ruan Silva

Ruan Silva já escreveu 957 posts nesse site..

Meu nome é Ruan Silva da Silva, tenho 24 anos, moro na cidade de Altamira no Pará. Sou graduado na área de Letras, com habilitação em Língua Portuguesa e no momento pós-graduando na área de Linguagem e Ensino, ambos pela Universidade Federal do Pará (UFPA). Sou deficiente físico, tenho dificuldades na questão da locomoção, que dificulta um pouquinho as coisas, mas nada que impeça de exercer diversas atividades. Sou apaixonado por todos os esportes, principalmente pelo futebol, corintiano e simpatizante de diversos clubes na Europa que não cabem todos aqui e apaixonado também pelo jornalismo esportivo tendo como ídolos, ícones como Galvão Bueno, Luciano do Valle, André Henning, Vitor Sérgio Rodrigues e outros mais. Uma curiosidade minha é que consegui na graduação em um ambiente voltado aos estudos de ensino e aprendizagem, incluir o futebol no principal trabalho dos quatro anos de curso, o TCC. Escrevi sobre Nelson Rodrigues e a Copa de 1950, temas raramente trabalhados numa graduação como essa. Enfim! Sonho em um dia trabalhar efetivamente na área que tanto amo e acredito que posso fazer um bom papel no meio.

BetWarrior


Poliesportiva


Ruan Silva
Ruan Silva
Meu nome é Ruan Silva da Silva, tenho 24 anos, moro na cidade de Altamira no Pará. Sou graduado na área de Letras, com habilitação em Língua Portuguesa e no momento pós-graduando na área de Linguagem e Ensino, ambos pela Universidade Federal do Pará (UFPA). Sou deficiente físico, tenho dificuldades na questão da locomoção, que dificulta um pouquinho as coisas, mas nada que impeça de exercer diversas atividades. Sou apaixonado por todos os esportes, principalmente pelo futebol, corintiano e simpatizante de diversos clubes na Europa que não cabem todos aqui e apaixonado também pelo jornalismo esportivo tendo como ídolos, ícones como Galvão Bueno, Luciano do Valle, André Henning, Vitor Sérgio Rodrigues e outros mais. Uma curiosidade minha é que consegui na graduação em um ambiente voltado aos estudos de ensino e aprendizagem, incluir o futebol no principal trabalho dos quatro anos de curso, o TCC. Escrevi sobre Nelson Rodrigues e a Copa de 1950, temas raramente trabalhados numa graduação como essa. Enfim! Sonho em um dia trabalhar efetivamente na área que tanto amo e acredito que posso fazer um bom papel no meio.

    Artigos Relacionados

    Topo