Com o Brasileirão chegando ao fim, a pressão em alguns clubes ficam maiores do que para outros. No caso de Corinthians e Chapecoense, que se enfrentam às 19h (horário de Brasília) deste domingo (25) na Arena Corinthians, o resultado pode influenciar e muito o destino de cada um. Apesar do time mandante correr um mínimo risco de rebaixamento, para seu adversário é pior.

Um empate já alivia o Timão de qualquer ameaça, mas, além de precisar vencer a partida, Chapecó tem que contar com o resultado de dois outros confrontos – o Sport perder para o São Paulo, assim como o América-MG para o Bahia – para continuar na primeira divisão na próxima temporada.

CORINTHIANS

Apesar dos resultados insatisfatórios, a equipe tem total apoio da torcida como sempre é de se esperar. Com mais de 30 mil ingressos vendidos, o “bando de loucos” marca presença no último confronto na Arena da temporada, assim como a despedida dos jogadores Danilo e Emerson Sheik e possivelmente de Jair Ventura já que o retorno de Fábio Carille tem sido negociado.

Com a oportunidade de encerrar o campeonato o mais longe possível do Z4, o técnico deve fazer duas alterações: a entrada do lateral-esquerdo Carlos Augusto e do atacante Romero já que Renê Júnior e Sergio Díaz são os desfalques do jogo, lesionados. Destaque para o número de jogadores pendurados: nove! Fagner, Ralf, Danilo Avelar, Romero, Emerson Sheik, Douglas, Pedro Henrique, Pedrinho e Paulo Roberto.

Provável Escalação: Cássio, Fagner, Léo Santos, Henrique e Carlos; Ralf Thiaguinho; Pedrinho, Jadson e Mateus Vital (Romero); Danilo. Técnico: Jair Ventura.

CHAPECOENSE

Perotti, Vini Freitas, Yann e Neto são os desfalques confirmados de Claudinei Oliveira, além dos oito pendurados: Alan Ruschel, Canteros, Osman, Leandro Pereira, Barreto, Jandrei, Douglas e Elicarlos. Porém, tem a volta do lateral Bruno Pacheco após cumprir suspensão, que assume a posição de Alan Ruschel. A expectativa é que o técnico repita a mesma equipe da anterior.

A vitória sobre o Sport Recife na última rodada deu ânimo à equipe para brigar pela permanência na Série A, apesar de ter que contar com o resultado de outros confrontos além da vitória sobre o Corinthians:

“A gente sabia que era um jogo muito importante, precisávamos de uma vitória, era uma partida de seis pontos. Com os resultados da rodada, a nossa situação ficaria bem complicada com um resultado negativo e bem difícil de reverter. Essa vitória foi fundamental para sair da zona de rebaixamento, deu um ânimo a mais”, revelou o zagueiro Douglas.

https://twitter.com/ChapecoenseReal/status/1066308075387269120

Provável Escalação: Jandrei, Eduardo, Douglas, Fabrício Bruno e Bruno Pacheco; Márcio Araújo, Amaral e Canteros; Diego Torres, Leandro Pereira e Wellington Paulista. Técnico: Claudinei Oliveira.

RETROSPECTO

Pelo Campeonato Brasileiro de 2014 a 2018, as equipes já se enfrentaram nove vezes. Corinthians soma cinco vitórias contra apenas uma do Chapecoense, mais três empates. Porém, na partida do primeiro turno, foi a equipe catarinense que levou a melhor com o placar de 2 x 1.

Beatriz do Vale
Comunicativa desde pequena, graduada em Rádio e TV e também em Jornalismo pela FIAM, e pós-graduada pela Cásper Líbero. Tudo o que envolva pesquisa, escrita, locução, entrevista e criação, busco me aprimorar e fazer o melhor. Futebol na Veia surgiu sem qualquer pretensão e, hoje, me proporciona uma verdadeira imersão neste mundo esportivo, com ensinamentos pessoais e profissionais a cada dia. Sou paulistana, 30 anos, não sou parente do Luciano, mas vou experimentando...

Artigos Relacionados