Corinthians registra déficit de 177 milhões e dívida dispara

O Corinthians registrou em seu balanço o déficit de R$ 177 milhões na temporada de 2019. Batendo recorde negativo e fechando seu terceiro ano seguido no vermelho. Dessa forma, o valor é dez vezes maior que o déficit de 2018 (R$ 18 milhões), e o maior de sua história, superando os R$ 97 milhões dos anos de 2014 e 2015.

Além disso, o clube paulista vê sua dívida chegar ao incrível numero de R$ 655 milhões, sem contar o financiamento de sua Arena.

DÍVIDAS E DÍVIDAS

Até meados de 2018, a dívida do Corinthians estava na casa de R$ 469 milhões. O atual balanço mostra que ao fim de 2019, o débito chegou a R$ 655 milhões, dessa forma, contabilizando o crescimento de 42% da dívida em relação ao ano anterior. O valor ainda não engloba os débitos da Arena Corinthians, que estimam-se estar na casa dos um bilhão de reais.

O time se vê a cada dia mais afundado em dívidas, a preocupação se torna ainda com a paralisação do futebol. Nesse sentido, o Alvinegro cortou cerca de 25% do salário dos jogadores, na tentativa de desafogar suas contas e impedir demissões. Assim também, despesas em direito de imagem com diversos jogadores, se tornam outro problema no Parque São Jorge, os débitos somam R$ 48,4 milhões. Anteriormente, o valor era de R$ 21 milhões. Com isso, o clube avista mais uma dívida que dobra em um ano.

Recentemente, o Corinthians viu a luz do Parque São Jorge,  seu clube social, serem cortadas. Todavia, em nota oficial, o time alegou falta de logística.

Como forma de respirar perante ao atual momento, o clube tenta junto ao Benfica, a antecipação dos valores que tem a receber pela venda de Pedrinho.

Foto: Divulgação/Benfica

BALANÇO CORINTHIANS

Os números apresentados no balanço, foram extremamente abaixo da expectativa. O clube esperava em seu planejamento, fechar o ano anterior no superávit de R$ 650 mil. A receita líquida do clube foi em 2019 foi de R$ 358,8 milhões. No documento que o site ”Meu Timão” teve acesso e divulgou os dados, os valores eram de:

  •  Direitos de transmissão: R$ 188 milhões
  •  Arrecadação de jogos: R$ 62 milhões
  •  Patrocínios: R$ 78 milhões
  •  Receita da marca: R$ 30 milhões
  •  Contribuição de sócios: R$ 14 milhões
  •  Explorações comerciais: R$ 6 milhões

Além disso, no documento não consta o lucro referentes aos valores de venda de jogadores e direitos federativos. Já nas despesas, o balanço mostra que me 2019 foram gastos R$ 491,3 milhões. O valor engloba gastos pessoais, gerais e administrativo. Os rendimentos de arrecadação de jogos também entram nos gastos, pois todos os valores arrecadados com Arena Corinthians, são repassados integralmente ao fundo que administra o estadio.

Nos últimos dias, o balanço foi enviado para os membros da Comissão Fiscal e do Conselho de Orientação do clube. O clube só irá divulgar oficialmente os dados, após eles serem aprovados pelo Conselho deliberativo.

Foto em destaque: Gero Rodrigues/Folhapress

Gabriel Ricardo
Instagram: @gabriel_ricardo77 Meu nome é Gabriel, sou estudante de jornalismo pela UNIP. Fascinado por esportes, futebol principamente, e fã da resenha e dos debates, percebi desde cedo que jornalismo seria o caminho que eu iria trilhar. Com o amor pelo futebol e vivência na arquibancada, vi e sinto na pele que o futebol é muito mais que 11 contra 11. E é essa mensagem que tentarei transmitir a todos enquanto me for possível.

Artigos Relacionados