Atlético Mogi

Antes de mais nada, não estamos falando do Íbis, e sim de Atlético Mogi. De antemão, conheça a história do carismático time da cidade de Mogi das Cruzes e porquê conseguiu o feito de ter esse apelido.

História do clube

O Clube Atlético Mogi das Cruzes de Futebol foi fundado em 19 de abril de 2004. Assim, a equipe estreou em competições profissionais em 2005, pelo Campeonato Paulista da Segunda Divisão, que, na prática, se disputa a quarta divisão de São Paulo. Dessa maneira, o Atlético tem como seu mascote um bebê. Além disso, manda seus jogos no Nogueirão, estádio na cidade que ocupa mais de 14.000 lugares, junto ao seu rival União Mogi.

O Azulão já passou por um encerramento que durou dois anos 2007-2009. Porém, o clube nunca conseguiu o acesso à Série A3. Sendo assim, tem como melhor campanha um 10º colocado em 2010 e conta com diversas participações vexatórias.

Estatísticas

Então, em jogos profissionais pelo Paulista Segunda Divisão, o Bebê tem em seu histórico 14 participações. Nelas, são 179 jogos, 35 vitórias, inacreditáveis 102 derrotas. Além disso, os restantes das partidas terminaram empatadas. Porém, o mais assustador são os gols sofridos: o Atlético Mogi sofreu nada mais nada menos que 400 gols. Ou seja, em média, o Azulão Mogiano leva mais que dois gols por partida disputada.

Atual momento

Por fim, é fato que o momento da equipe não é bom. Decerto, no último domingo (22), contra o ECUS e perdeu por 1 x 0. Assim, a equipe está em uma imensa seca de vitórias. Dessa forma, o último triunfo profissional no campeonato foi em 17 de junho de 2017, quando venceu a Cubatense pelo placar mínimo. Com isso, já são 34 jogos –  mesmo que três participações seguidas sem nenhuma vitória.

Foto Destaque: Divulgação/Atlético Mogi

Vinicius Gobi
Prazer! Meu nome é Vinícius Gobi e sou apaixonado por esportes desde que me conheço por gente. Para mim, é impossível ficar um dia sem comentar/conversar ou usar o produto futebol. Essa é a minha paixão e tenho certeza que é disso que quero trabalhar, com o que eu amo. Atualmente tenho uma página com alguns amigos meu no Instagram, @debate.fcs nela fazemos análises, postamos informações e coberturas de jogos do Brasileirão Feminino A1, credenciados. O meu maior objetivo, é adquirir experiência para sempre evoluir na comunicação. Com o intuito de estar preparado a qualquer oportunidade.