América-MG

Nesta quarta-feira (21), o América-MG realizou mais um treinamento de olho na 13ª rodada do Campeonato Brasileiro. A equipe mineira tem a semana livre para trabalhar e após a derrota contra o Sport, ligou um alerta, visto que está em 17º lugar na classificação.

O treino começou com exercícios físicos, realizados pelos jogadores de linha, que trabalharam com os preparadores. Paralelamente, os goleiros fizeram um treinamento intensivo de defesa, sob os olhares dos preparadores Marcos Gontijo e Silvio Jardim.

Na sequência, a comissão técnica dividiu os atletas em três grupos para trabalhos técnicos, com o intuito de melhorar o passe e a intensidade da equipe. Além disso, houve um trabalho de finalizações, com diversas situações trabalhadas pelo treinador Mancini.

A saber, o atacante Kawê, que se recupera de uma lesão no ombro direito, fez atividades de transição em campo e assim, se juntou a Marlon e Ademir no processo de transição física para o retorno aos gramados. Os dois últimos já treinam normalmente com o grupo.

O atacante Chrigor, anunciado pelo Coelho nesta semana, realizou seu primeiro treino junto ao plantel. O jogador de 20 anos chega por empréstimo junto ao Bragantino e aguarda regularização na CBF para estrear.

Por fim, o América-MG se reapresenta na tarde desta quinta-feira (22). O treinamento está marcado para às 15h30 (horário de Brasília). Posteriormente, à noite, a delegação do Coelhão embarca para Porto Alegre.

Próximo jogo do América-MG

O próximo duelo do time alviverde é contra o Grêmio, no sábado (24), às 20h (horário de Brasília), na Arena do Grêmio. O Coelho está na 17ª colocação na tabela, com apenas nove pontos e vem de três derrotas seguidas, sendo a última contra o Sport, em casa. Por outro lado, o Grêmio é o 19º colocado, com seis pontos. Com isso, ambas equipes precisam vencer para fugir da zona de rebaixamento.

Foto destaque: Divulgação/América

Alex Ferreira
Sou o Alex, graduando em Jornalismo pela Uninove. Escolhi o jornalismo para ficar mais perto da minha maior paixão: o futebol. E nada melhor que juntar as duas coisas que mais amo. Acredito que a comunicação pode mudar e melhorar o mundo. Meu objetivo é dar voz para quem não tem, ouvir e contar histórias.