Nesta terça-feira (3), a hashtag justiça por Mari Ferrer dominou as redes sociais. A repercussão aconteceu após o portal The Intercept Brasil divulgar trechos do julgamento de André Aranha, acusado de estuprar a influenciadora no ano de 2018. Entretanto, o empresário acabou inocentado. Além disso, houve a alegação que não houve a intenção. O que resultou no termo “estupro culposo”. Mas lembrando que esse termo não consta no código penal.

Logo o vídeo gerou grande revolta que acabou sendo agravada pelo fato da moça ter sido humilhada pelo defensor do réu. Dessa forma, o assunto foi um dos mais comentados, assim sendo, chegou rapidamente aos jogadores tanto nacionais quanto Internacionais e os clubes da Série A, B e C do futebol brasileiro.

Por outro lado, três times não se pronunciaram, justamente são os que tem atletas envolvidos com violência contra o mulher como o Red Bull Bragantino e Atlético-GO. No entanto, no caso do Santos é relacionado a contratação do atacante Robinho, mas devido protestos generalizados, o clube desistiu do negócio.

A princípio, puxando a fila e provando que não é só futebol, o Vasco foi o primeiro a fazer uma publicação se posicionando e pedindo justiça ao caso da influenciadora Mari Ferrer. Abaixo é possível conferir as publicações:

#justiçaporMariFerrer

https://twitter.com/Cruzeiro/status/1323703904677363715?s=19

https://twitter.com/Coritiba/status/1323721138967584773?s=19

https://twitter.com/ClubeDoRemo/status/1323735204301864960?s=19

Foto Destaque: Reprodução/Chapecoense

Redação FNV
Um site destinado ao esporte que corre na veia da maioria dos brasileiros: O futebol! No nosso site você encontra tudo sobre o futebol, tanto nacional, quanto internacional, além de poder acompanhar nossos palpites e análises para os jogos da semana e as belas musas

Artigos Relacionados