chapecoense x bragantino

Neste domingo (30), no confronto entre Chapecoense e Bragantino, válido pela 1ª rodada da Brasileirão Série A 2021, o jogo terminou em vitória da equipe de Bragança. Sendo assim, o placar final ficou em 3 x 0 para os visitantes. Ytalo, Lucas Evangelista e Helinho marcaram os gols que deram a vitória ao Red Bull.

ASSISTA AOS MELHORES MOMENTOS DE CHAPECOENSE X BRAGANTINO

1º TEMPO: DOIS GOLS EM DOIS MINUTOS

O começo do Campeonato Brasileiro foi ótimo para o Bragantino. Assim, após 30 minutos de jogo, a superioridade em campo falou mais alto. Dessa forma, após lançamento de Aderlan, Ytalo saiu cara a cara com o goleiro Tiepo, e acabou levando melhor. Com isso, os mandantes abriam placar aos 33′.

Apenas dois minutos depois, o Braga conseguiu ampliar. Assim, após mais um cruzamento de Aderlan, a bola foi perfeita, na cabeça de Lucas Evangelista, que guardou o dele. Com isso, o jogo foi para o intervalo com o placar de 2 x 0.

2º TEMPO: VITÓRIA CONFIRMADA

A princípio, o jogo retomou com pressão do Bragantino. Assim, após algumas chances desperdiçadas, o Red Bull conseguiu retomar a vantagem. Dessa forma, aos 29′, Helinho rabiscou pra cima da marcação e ampliou a vantagem marcando o terceiro gol do Massa Bruta. Com isso, a equipe paulista sobrou em campo e venceu com facilidade a Chapecoense. Além disso, assumiu a liderança do Brasileirão Série A 2021.

https://twitter.com/RedBullBraga/status/1399140279509258245

CHAPECOENSE X BRAGANTINO – E AGORA?

Antes de mais nada, o Bragantino volta a campo na quarta-feira (2), às 21h30 (horário de Brasília), contra o Fluminense pela 3ª rodada da Copa do Brasil. Já a Chapecoense enfrenta o ABC, em casa, pela mesma competição, também na quarta-feira (2) mas um pouco mais cedo, às 16h30 (horário de Brasília).

Foto Destaque: Divulgação/Ari Ferreira/Red Bull Bragantino

Daniel Cobra
Daniel Cobra
Nascido em Santos, dividiu infância e adolescencia entre os treinos de base do clube e os times de futebol de praia. Mudou-se para São Paulo e se formou em Bacharelado em Esporte na USP, atuando na comissão técnica de clubes como Portuguesa, Corinthians e Guarulhos. Voltou para a universidade e tonou-se Mestre em Filosofia do Esporte pela USP, atuando como pesquisador para a UNESCO. Hoje é Pesquisador Convidado do Centro de Referência do Futebol Brasileiro do Museu do Futebol e Redator do Futebol na Veia.

Deixe uma resposta