CHAPECOENSE X CUIABÁ - PROGNÓSTICO & PALPITE - 18/07

A princípio, a Chapecoense segue sem vencer no Brasileirão. Ao todo já são 11 rodadas sem vitórias no campeonato. Antes de mais nada, o técnico Jair Ventura, contratado no mês de junho, ainda não venceu sob o comando do Verdão. Do mesmo modo, a equipe do Cuiabá também não tem vivido um bom momento no torneio. Assim sendo, o embate desta 12ª rodada é de suma importância para ambas.

De antemão, o time campeão do Brasileirão Série B iniciou o ano de 2021 esperançoso, todavia as expectativas aos poucos foram se quebrando. Primeiramente, a Chape fez diversas contratações para a temporada, no entanto parte destes atletas não integram mais a equipe ou não correspondem conforme esperado.

Em síntese, no Brasileirão, a Chapecoense ocupa o penúltimo lugar da tabela, ficando à frente apenas do Grêmio. Definitivamente, a campanha de 2021 é a menos proveitosa desde o ano em que a equipe caiu para a Série B. Por outro lado, a trajetória de 2020 foi um primor, surpreendentemente, a maior sequência sem vitórias na segunda divisão foram de apenas dois jogos.

Chapecoense em clima de final no Brasileirão

Igualmente, a equipe da Chapecoense, o time do Cuiabá não vive bom momento no Brasileirão. Sob o mesmo ponto de vista, o Dourado Auriverde, também recém chegado à Série A, conjuntamente ocupa o z4, apenas dois pontos à frente da Chape.

Assim como, os dois embates acirrados da temporada passada, que se encerraram com placares magros e com direito a expulsões, tudo indica que o jogo do próximo domingo será marcante. Definitivamente, será um confronto tenso e com muita responsabilidade para os dois lados.

O lateral Gabriel Busanello, que defende as cores da Chape, destaca que a partida tem “clima de final” e conclui dizendo “estamos confiantes”. Neste domingo (18), a Chapecoense recebe a esquadra do Cuiabá, às 11h (horário de Brasília), na Arena Condá, pela 12ª rodada do Brasileirão.

Foto Destaque: Divulgação/Márcio Cunha/ACF

Filipe de Mello
Me chamo Filipe Augusto do Nascimento de Mello, tenho 21 anos de idade, trabalho a 3 anos e meio como corretor de seguros (primeira experiência profissional). Escolhi ser jornalista em meados de 2014 e ingressei na faculdade em 2016, atualmente busco experiência na área, principalmente nos setores de redação, foto e cobertura de notícias.