Chapecoense anuncia chegada de Renê Júnior

Nesta última terça (31) a Chapecoense anunciou a contratação de Renê Júnior. A princípio, o meio campista, de 31 anos, estava a um ano sem jogar. Dessa forma, defenderá as cores do Furacão do Oeste sem receber salário. Ao invés disso, a princípio, Renê receberá um auxílio moradia durante sua passagem Santa Catarina.

De acordo com o próprio clube, o atleta tem contrato com a Chape até o final da temporada de 2021. Além disso, por conta do longo período fora dos campos, o meia será submetido a um processo de preparação física. Bem como, as passagens por clubes como Corinthians e Fluminense, Renê Júnior também já vestiu a camisa do Guangzhou Evergrande, da China.

Da mesma forma, Renê também defendeu as cores do Coritiba, último clube por qual jogou antes deste hiato até negociação com a Chapecoense. Portanto, apesar da contratação e apresentação, ainda não existe previsão para estreia.

Renê reforça meio campo da Chapecoense

Antes de tudo, Renê defendia, por empréstimo, as cores do Coritiba antes da paralisação por conta da Covid-19, porém por conta de uma disputa judicial contra o Corinthians, o atleta acabou ficando sem jogar neste período. Nesse ínterim, o Renê Júnior chega à Chapecoense como uma eventual esperança para fugir do rebaixamento.

Do mesmo modo que Denner, Renê Júnior vem para ser titular no setor de criação da Chape, e, apesar do ciclo de preparação prévia estreia, o atleta já sabe que terá que brigar para estar dentre os titulares da equipe. Frequentemente, a esquadra catarinense entra em campo com Bruno Silva, Alan Santos e o próprio Denner no meio campo.

Por fim, o time comandado por Pintado volta a campo na próxima terça (7) para enfrentar o Fluminense em casa. A Chapecoense apesar de não perder a três jogos, ainda não venceu no Brasileirão, e luta para permanecer na Série A.

Foto destaque: Divulgação/Alessandra Seidel/ACF

Filipe de Mello
Me chamo Filipe Augusto do Nascimento de Mello, tenho 21 anos de idade, trabalho a 3 anos e meio como corretor de seguros (primeira experiência profissional). Escolhi ser jornalista em meados de 2014 e ingressei na faculdade em 2016, atualmente busco experiência na área, principalmente nos setores de redação, foto e cobertura de notícias.