ceni

O Fortaleza bateu na noite da última quarta-feira (21) o Ceará, pela final do Campeonato Cearense. O gol da partida foi marcado por Tinga. Portanto, como o primeiro jogo terminou em 3 x 1 para o Tricolor, o time poderia até perder por um gol de diferença. Além disso, outro grande destaque da partida, foi que o treinador Rogério Ceni chegou a marca de 150 partidas a frente do Leão.

Dessa forma, Rogério chegou no Fortaleza em 2018, e de lá para cá, bateu vários recordes. Assim, foi Bi-Campeão Cearense (2019 e 2020), levou o time pela primeira vez na história a uma Copa Sul-Americana. Além disso, e nesta semana assumiu a 2ª colocação de treinadores mais longevos do Tricolor do Pici.

 

Entretanto, o treinador, após o título Cearense, fez uma declaração que deixou torcedores e imprensa curiosos. O comandante disse ter medo de se despedir do clube sem torcida.

“Eu fico com medo é de não conseguir me despedir disso aqui com a casa cheia. Seria uma tristeza muito grande. A gente não sabe quando volta o público, mas seria a coisa mais triste para mim”, disse Ceni.

Ademais, Rogério tem apenas Moésio Gomes (229 jogos) em sua frente, no ranking dos treinadores mais longevos da história do Fortaleza.

Técnico Jogos
Moésio Gomes 229
Rogério Ceni 150
Caiçara 149
Ferdinando Teixeira 139
César Morais 126
Foto destaque: Caio Rocha/FramePhoto /Gazeta Press
Avatar
Gustavo Oliveira
Bom, eu escolhi jornalismo pois quero estar cada vez mais perto do esporte e também por querer ter uma certa relevância e poder, através do esporte, influenciar pessoas a fazerem o bem. Além disso, acho prazeroso fazer qualquer coisa que esteja ligada com o esporte e o jornalismo me proporciona isso.

Artigos Relacionados