Carille x Mano: quem foi mais importante no Corinthians?

- Ambos treinadores estão marcados na história do clube
Carille e Mano

Na coluna Eis a questão dessa semana, vamos falar sobre dois treinadores com muita importância e história pelo Corinthians. Eles são Mano Menezes e Fábio Carille, dessa forma, vamos falar qual foi mais importante para o Timão. Os dois juntos tem o total de sete títulos pelo clube paulista. Ademais, foram dois treinadores que fizeram duas reformulações na equipe em mais de uma passagem, sendo assim, qual foi mais importante para o Timão?

Mano Menezes e Fábio Carille no Corinthians. Foto: Lance

MANO MENEZES 

Mano chegou ao Corinthians no ano de 2008, após o clube paulista ser rebaixado no Brasilerão de 2007. Dessa maneira, o treinador chegou para erguer o Timão de sua maior crise da história. O técnico gaúcho chegou do Grêmio, após ter feito o mesmo processo de reerguer a equipe. Sendo assim, era o perfil que o time Alvinegro buscava.

O objetivo do Corinthians era retornar para elite. Dessa forma, a eliminação na 1ª fase do Estadual daquele ano não custou o cargo do treinador. Por outro lado, o Timão ainda chegou na final da Copa do Brasil, perdendo para o Sport na final. Alcançar essa fase da competição para um elenco de segunda divisão, foi um grande feito para a equipe e para Mano Menezes. Porém o foco era subir para a primeira divisão. Com o título da Série B, o objetivo do Corinthians foi alcançado, com apenas três derrotas na competição o time fez uma bela campanha e voltou para a elite do futebol brasileiro.

NAS GRAÇAS DO TIMÃO

Em 2009, já com a confiança da torcida, elenco e diretoria, Mano teve reforços e ainda mais apoio para trabalhar. Com a chegada de Ronaldo Fenômeno no clube, o patamar da equipe subiu muito. Dessa maneira, já no Paulistão Mano levou a equipe para um título invicto em cima do Santos de Neymar e Ganso. No mesmo ano, com um bom time, o Timão ainda levou a Copa do Brasil, em cima do Internacional, era o segundo ano seguido do time Alvinegro na final. Com vaga garantida na Libertadores do próximo ano, a equipe ficou apenas no meio de tabela do Brasileirão.

Mano Menezes e André Santos. Foto: Yahoo

Já com três títulos pelo Corinthians, e consolidado no cargo, Mano Menezes foi convidado para dirigir a Seleção Brasileira em 2010. Dessa forma, concluiu sua primeira passagem pela equipe paulista com 185 partidas, 103 vitórias, 49 empates e apenas 33 derrotas. Um aproveitamento de 64,5%.

FÁBIO CARILLE

Carille chegou ao Timão em 2009 através de Mano, porém, para ser auxiliar técnico. Dessa forma, Fábio Carille foi auxiliar não só de Mano Menezes, mas também de Tite, Adilson Batista e Cristovão Borges. Em todo esse período, ele esteve no momento mais vitorioso de toda história do Clube, como Libertadores, Mundial, Recopa e os títulos nacionais. Nesse longo período, Carille assumiu o Timão apenas duas vezes em curto espaço de tempo, quando Mano saiu para a seleção o então auxiliar ficou no comando até a chegada de Adilson Batista, já pelo segunda vez, apenas em 2016, também quando o Corinthians perdeu o técnico para a CBF, a bola da vez era Tite. Fábio ficou no cargo até Cristovão Borges chegar no Parque São Jorge.

QUARTA FORÇA

No final de 2016, a equipe do Corinthians tinha algumas dificuldades financeiras e estava sem treinador, já que as tentativas com Cristovão e Owsvaldo foram falhas. Dessa maneira, a diretoria viu efetivar Carille uma solução para 2017. Dado como a “quarta força“, a equipe do Corinthians não contou com muitos reforços e utilizou bastante sua base, com um estilo claro de jogo, foi Campeão Paulista. No mesmo a equipe levou o Brasileirão, fazendo um turno inteiro de maneira invicta. Dessa maneira, em seu primeiro ano, Fábio Carille conquistou dois títulos pelo Timão, superando as expectativas de todos.

Já em 2018, em seu segundo ano na frente da equipe, Carille perdeu o principal jogador da equipe, . Longe de ser uma equipe brilhante, o treinador conseguiu mais um título estadual, um dos mais marcantes da história do clube, vencendo o seu maior rival, na casa dele, ou seja, o Palmeiras no Allianz Parque. Com três títulos em menos de dois anos, o treinador recebeu uma grande proposta do Al-Wehda, da Arábia Saudita. Dessa forma, Carille fechou seu primeiro ciclo no Timão com 114 jogos, 59 vitórias, 23 derrotas e 32 empates com o 61,1% de aproveitamento.

Carille Corinthians. Foto: Lance

RETORNO DE MANO MENEZES

Após a Seleção, Mano passou pelo Flamengo, dois trabalhos onde não teve um bons resultados. Dessa forma, no fim de 2013, o treinador fechou com o Corinthians, para suceder Tite. Com uma equipe bem montada e bons reforços, no entanto, ao contrário da primeira passagem, o técnico não foi bem. não conquistou nenhum título e o ponto positivo foi levar a equipe para a Libertadores de 2015. Os números da segunda passagem do técnico foram 61 jogos, 32 vitórias, 15 empates e 14 derrotas, o aproveitamento foi de 60,6%.

Marcado por trazer o Corinthians de volta para Série A, e retornar a ganhar uma Copa do Brasil. Mano está na história do clube e na memória do torcedor. Ademais, a base de suas equipes foi deixada duas vezes para Tite, que conquistou diversos títulos pelo time. Hoje Mano está no Bahia e ainda mais distante de retornar para o Timão. Seus números totais pela equipe paulista são: 219 jogos, 135 triunfos, 64 empates e 47 derrotas. Vencendo a Copa do Brasil de 2009, o Campeonato Paulista de 2009, e a Série B de 2008. Além disso, foi vice-campeão da Copa do Brasil de 2008.

Mano Menezes em sua segunda passagem pelo Corinthians. Foto: UOL

RETORNO DE CARILLE

Após seis meses depois de se transferir para o Al-Wehda, da Arábia Saudita, o profissional de 45 anos retornou ao clube no qual trabalhou entre 2009 e 2016 como auxiliar e de 2017 a maio de 2018 como treinador. Carille substituiu Jair Ventura. O ano de 2018 depois da saída do treinador, não foi nada bom para a equipe Alvinegra, sendo assim, o retorno de Carille foi a melhor opção para 2019.

Assim como Mano, a segunda passagem de Carille não foi tão boa, mesmo sendo Campeão Paulista pela terceira vez consecutiva. O nível técnico e os números do treinador caíram muito, sendo assim, após uma derrota para o Flamengo por 4 x 1, o ciclo de Carille no Timão chegou ao fim. Em sua segunda passagem ele teve 69 jogos, 27 vitórias, 18 derrotas e 24 empates. Com o aproveitamento de 50,72% fora o título estadual conquistado.

Com um curto período de tempo, Carille também marcou a história do Corinthians, assumindo o time em um momento de dificuldade, ele não sentiu a pressão e conseguiu quatro títulos, sendo Hepta brasileiro e vencendo três vezes seguidas o Paulistão, Dessa maneira, o treinador saiu do time Alvinegro com o total de 183 jogos, 86 vitórias, 41 derrotas e 56 empates e quatro títulos. Hoje, Fábio Carille está no Al-Ittihadda Arábia Saudita, e no momento longe de voltar para o território brasileiro.

Fábio Carille em sua segunda passagem pelo Corinthians. Foto: Jovem Pam

EIS A QUESTÃO: MANO OU CARILLE?

Dois treinadores que estão entre os 10 que mais comandaram o Corinthians. Mano ocupa a  3ª posição, apenas atrás de Tite e Owsvaldo Brandão, por outro lado, Carille ocupa a 7ª colocação. Juntos somam muitos títulos, e certamente estão na história do clube. Porém, o mais importante para o Timão, é Mano Menezes, o treinador fez parte do momento mais difícil do Corinthians, e conseguiu trazer o time de volta as glórias, ademais, deixou duas boas equipes montadas para o sucesso de Tite.

Foto destaque: Reprodução/ Meu Timão

 

Daniel Soares

Sobre Daniel Soares

Daniel Soares já escreveu 99 posts nesse site..

Daniel Soares, 20 anos, cursando jornalismo. Apaixonado por esportes, aos 16 anos viu que o jornalismo esportivo seria uma forma de estar no ramo. Tendo o estádio como segunda casa, tem a ambição de transmitir emoções e se expressar através do esporte.Instagram: danieel_sooares Twitter: @bdsoares10

BetWarrior


Poliesportiva


Daniel Soares
Daniel Soares
Daniel Soares, 20 anos, cursando jornalismo. Apaixonado por esportes, aos 16 anos viu que o jornalismo esportivo seria uma forma de estar no ramo. Tendo o estádio como segunda casa, tem a ambição de transmitir emoções e se expressar através do esporte.Instagram: danieel_sooares Twitter: @bdsoares10

Artigos Relacionados

Topo