Brasileirão: Conheça o primeiro trio feminino a comandar o Campeonato

Por muito tempo o futebol era representado como um esporte de característica masculina, ou seja, mulheres não estavam aptas a praticarem o esporte. No Brasil, em 1941, não era possível formar um time feminino legalmente, por que havia um decreto que proibia as mulheres de praticarem o esporte. Se já era difícil formar um time feminino, imagina um trio de mulheres comandarem um jogo do brasileirão? Pois é, isto aconteceu em 2003 e hoje a coluna3 vai te contar como foi o primeiro jogo do brasileirão, comandado por um trio de arbitragem feminina.

O trio foi composto por Silvia Regina de Oliveira, ao lado das assistentes Ana Paula Oliveira e Aline Lambert. As três entraram para história do futebol brasileiro, durante o jogo entre Guarani e São Paulo, pela 15ª rodada do primeiro certame nacional de pontos corridos. Sobretudo, o jogo aconteceu em 29 de junho de 2003, em Brinco de Ouro, em Campinas. O jogo terminou com a vitória de tricolor de 1 x 0 em cima do Guarani.

Edina Alves será 1ª árbitra a apitar na Série A do Brasileiro em ...

Foto:Reprodução/justiçadesaia

A princípio, as meninas já eram bem conhecidas no futebol paulista e já haviam participados de vários jogos, onde vinham se destacando. Além disso, o jogo foi bem acirrado com apenas um gol marcado por Fábio Simplício. Aos 43′ minutos, o jogador Jean tocou para o Fábio que entrou na área do Guarani sozinho. A  defesa do aurinegros parou pedindo impedimento, mas no entanto a arbitra Silva Regina não marcou, abrindo o placar para o tricolor.

Logo em seguida, a auxiliar Aline Lambert marcou impedimento para o time de Campinas, após Ruy balançar a rede para o Guarani. Além disso, o impedimento causou muitas reclamações dos torcedores e dos jogadores do time por não concordarem com a decisão da auxiliar. Esses dois lances foram definitivos para o resultado final da partida, sobretudo resultou na vitória do São paulo.

Silvia Regina de Oliveira

Silva Regina, iniciou sua carreira em 1980, após realizar o curso de na Liga de Futebol de Mauá. Dois anos depois , ela apitou sua primeira partida. Regina, fez curso de formação de de novos árbitros da Federação Paulista de Futebol ainda na década de 80. Em 1997, entrou para o quadro de árbitros oficiais de São Paulo, mas só passou a dirigir partidas profissionais do futebol masculino em 2002. Atualmente, Sílvia trabalha como professora de Educação física no ABC paulista.

Foto:Reprodução/terceirotempo

Aposentadoria do trio feminino

O trio feminino participou de mais jogos do Estadual e do Brasileirão. Sobretudo, após a aposentadoria de Silvia Regina, em 2007, só foi possível ver novamente uma mulher apitando um jogo do Campeonato Brasileiro em 2019, no embate entre CSA e Goiás. A partida foi comandada por Edina Alves, onde Silvia Regina foi a supervisora do VAR. Já a Ana Paula é atualmente, presidente da Comissão de Árbitros da Federação Paulista de Futebol (FPF). Aline Lambert, após deixar de ser auxiliar, nunca mais trabalhou diretamente envolvida com o Futebol.

Foto Destaque:Reprodução/Ocuriosodofutebol.

 

 

Wevilly Monteiro
A escolha do Jornalismo foi por conta de gostar muito de escrever , ser viciada em telejornais , ouvir rádio, ler muitos sites de notícias desde pequena! Atualmente trabalho com fotojornalismo. Meus principais objetivos no curso é fazer pós-graduação em assessoria, jornalismo esportivo e aprimorar meus conhecimentos fotográficos.

Artigos Relacionados