Bragantino x Remo – Que comecem as decisões no Parazão

Nesta quarta-feira (3), às 15h30 (horário de Brasília), o Bragantino recebe o Clube do Remo, no jogo de ida das semifinais do Parazão 2019. Os times estiveram no Grupo A1 da competição, com o Leão levando vantagem de quatro pontos em relação ao rival desta tarde.

Bragantino

O Tubarão vem de vitória sobre o Independente de Tucuruí pelo placar de 1 x 0 e não sabe o que é perder há cinco jogos, desde o duelo contra o próprio Galo Elétrico, na 5ª rodada do estadual. A expectativa é que o time consiga fazer um bom jogo e abrir vantagem, contando com a volta de seu treinador, Agnaldo de Jesus, que acabou assustando a todos, tendo um pico de pressão na partida do fim de semana. O gramado do Diogão é outro ponto que preocupa, já que as fortes chuvas do período do inverno amazônico, têm castigado o local.

Provável escalação: Axel Lopes; Bruno Limão, Romário, Gabriel Gonçalves e Esquerdinha; Eneilson, Keoma, Lukinha e Marco Goiano; Tony Love e Fidelis. Técnico: Agnaldo de Jesus.

Clube do Remo

No Leão, a expectativa é em volta da estreia do principal reforço da temporada até aqui. O atacante Edno, retornou ao clube esta semana e já poderá ser titular contra o Bragantino. O clube não sabe o que é perder há seis jogos e vem de vitória no último duelo contra o Paragominas, o Remo ainda pode contar com o volante Ramires, outra cara nova para 2019. Os dois já foram regularizados junto a CBF.

Provável escalação: Vinicius; Geovane, Kevem, Marcão e Rafael Jansen; Yuri, Djalma, Dedeco e Douglas Packer; Edno e Gustavo Ramos. Técnico: Márcio Fernandes.

https://www.instagram.com/p/Bvx3RCmlHLf/

Retrospecto

Segundo informações do site Ogol, foram apenas duas partidas realizadas entre Bragantino e Remo, uma em 2014 e outra em 2017. O Tubarão venceu na primeira pelo placar de 3 x 2 e a outra foi vencida pelo Leão, por 3 x 0 em 2017.

Ruan Silva
Meu nome é Ruan Silva da Silva e sou de Altamira no Pará. Tenho pós-graduação na área de Letras, mas a paixão mesmo é o futebol e o jornalismo, tenho como ídolos ídolos, ícones como Galvão Bueno, Luciano do Valle, André Henning e Vitor Sérgio Rodrigues. Sou deficiente físico, mas nada que impeça de exercer diversas atividades. Sou apaixonado por todos os esportes, Enfim! Sonho em fazer um passo a cada dia, um melhor do que o outro.

Artigos Relacionados