Botafogo x Portuguesa-RJ – Resultado, destaques e reação

O Botafogo-RJ se recuperou da partida ruim que fez no jogo de ida das semifinais da Taça Rio, se apresentou muito melhor na partida de volta,  bateu a Portuguesa Carioca por 3 x 1, e vai disputar a final da competição diante do Audax Rio, que venceu o Nova Iguaçu neste domingo (26) pelo placar de 1 x 0.

Eduardo, Victor Cuesta e Raí, marcaram os gols do Glorioso, enquanto que Elicley fez o gol da Lusa Carioca. Quem vencer a Taça Rio, terá vaga garantida na Copa do Brasil de 2023.

Assista aos melhores momentos de Botafogo x Portuguesa-RJ

1º tempoº: Botafogo pressiona, mas falha na defesa

Jogando com a vantagem do empate, o Botafogo tentou pressionar a Portuguesa-RJ, que se limitou a defender e tentar contra-atacar. Assim como no primeiro jogo, o Glorioso teve alguma dificuldade para furar o bloqueio do adversário, mas tocava a bola de maneira lenta, o que facilitava o trabalho da defesa da Lusa.

A dificuldade do jogo era grande, porém a Portuguesa-RJ deu uma forcinha ao Fogão, que após uma saída de bola equivocada do adversário, acabou abrindo a contagem aos 26′. Tiquinho Soares pressionou o goleiro Bruno, a boa sobrou para Eduardo, que dominou, ajeitou com carinho e bateu para o gol, sem chances para o goleiro.

Se Botafogo precisou de uma falha para abrir o marcador, a Portuguesa também se aproveitou de um erro para empatar a partida. Aos 44′, a Lusa aproveitou um erro de Di Placido, que ficou no chão após jogada de Yuri que cruzou para a área. A bola passou por três jogadores do Botafogo, e chegou limpa para Elicley, que mandou para o fundo da rede, empatando a partida.

2ºtempo: Glorioso melhora, se impõe e garante a vitória

Se no primeiro tempo, o Botafogo teve dificuldades para impor seu ritmo, o time treinado pelo português Luis Castro melhorou consideravelmente na segunda etapa e construiu a vitória. Mas antes de assumir o controle total do jogo, os visitantes tiveram uma chance claríssima com Elicley. O atacante da Lusa recebeu passe primoroso de Anderson Rosa, mas acabou errando o chute.

Na sequência, o Glorioso chegou ao segundo gol. Após cobrança de escanteio de Marçal, a bola sobrou para Victor Cuesta, que bem posicionado no segundo poste, desviou e colocou o Botafogo na frente outra vez. Para fechar o marcador, Eduardo tabelou com Carlos Alberto, e depois de um cruzamento para a área, a defesa da Portuguesa tirou, mas a bola sobrou para Raí, que aos 36′ marcou o terceiro gol do Fogão, dando números finais à partida.

Botafogo x Portuguesa-RJ – E agora?

A decisão da Taça Rio, diante do Audax, ainda não tem data prevista para a sua realização e deve ser informada pela FERJ em breve. O vencedor da competição garante vaga para a Copa do Brasil de 2024.

Enquanto isso, a Portuguesa-RJ pensa na disputa do Campeonato Brasileiro da Série D. A estreia no torneio nacional acontece está previsto para acontecer no próximo dia 13 de maio, diante do Real Noroeste, do Espírito Santo.

Foto destaque: Reprodução/Instagram/Botafogo

Lucas de Souza

Lucas de Souza

Repórter na equipe do Futebol na Veia e redator na Trivela, Lucas Souza é narrador do canal Futebol Interior e da Federação Paulista de Futebol.