Barbieri fala sobre pênalti perdido: "Bate quem treina"

Na noite desta última segunda-feira (1), o RB Bragantino visitou o Cuiabá e perdeu com um gol feito nos minutos finais da partida. Entretanto, ainda no primeiro tempo, o Massa Bruta teve um pênalti a favor, mas Helinho não converteu a cobrança. Na coletiva, Maurício Barbieri comentou sobre a derrota e a penalidade perdida

Confira os melhores momentos da partida

Coletiva de Barbieri

Após derrota, o técnico Maurício Barbieri comentou sobre a partida e a 5ª derrota do RB Bragantino nesse campeonato.

“Na verdade essa não era a ideia inicial, a gente treinou de outra maneira. Mas a gente teve uma baixa de última hora, que foi a questão do Emiliano. Até em função de como havíamos treinado, não treinei ninguém nesta posição” — disse Mauricio sobre a opção de manter dois centroavantes.

“Eu acho que no geral, no primeiro tempo realmente a gente não fez um bom jogo. Mas no segundo, nos 20 minutos finais, a gente criou boas oportunidades com Pedrinho, uma bola do Realpe, o Ytalo em um cara a cara. Acho que a gente criou chances para abrir o placar, fora o pênalti no primeiro tempo, mas infelizmente a gente tomou o gol no final” — afirmou

Escolha do batedor

Além disso, quando questionado sobre a escolha de Helinho para bater o pênalti, já que Artur estava ausente e por não ter optado pelo centroavante Ytalo, o treinador respondeu o motivo do camisa 11 do Massa Bruta

“Bate quem treina”, falou o treinador.

Próximo confronto do Red Bull Bragantino?

Por fim, depois da derrota para o Cuiabá, na Arena Pantanal, o RB Bragantino tenta se recuperar em casa, contra a o Athletico Paranaense, no próximo domingo (7), às 16h (horário de Brasília), partida válida pela 30ª rodada do Brasileirão Série A. Além disso, vale ressaltar que essa último encontro das equipes antes da final da Sul-Americana, duelo que acontece no próximo dia 20 de novembro, no estádio Centenário.

Foto destaque: Divulgação/Ari Ferreira/ RB Bragantino

Enzo Pires
Tenho o sonho de trabalhar com o que eu mais amo, que é o FUTEBOL. Amante desse esporte desde criança, queria ser jogador, mas como não deu certo, agora eu busco trabalho com isso, só que fora de campo.