Antes de tudo, o Bangu enfrenta o Joinville, no sábado (11),  às 15h (horário de Brasília), pela segunda rodada da Série D, o jogo de ida ocorre em Moça Bonita, no Rio de Janeiro. Nesse sentido, o time da zona oeste vive uma semana decisiva para seu calendário em 2022. Pois, caso a equipe não consiga o acesso não terá calendário nacional no próximo ano. No entanto, Jorge Varela participou de uma entrevista onde disse que o torneio não é prioridade para o clube gerando polêmica entre a torcida.

Bangu: o que disse Jorge Varela?

Sendo assim, a entrevista dada a CBN Joinville gerou controvérsias por diversos fatores. Em primeiro, Varela se diz presidente do Bangu. Mas, o presidente em exercício do clube é Angelo Marques Ferreira. Além disso,  a sua fala diminuindo a competição foi vista como extremamente infeliz. Ainda mais, nas vésperas do inicio do mata-mata. Assim, a ação foi analisada como algo que pode diminuir o ímpeto dos jogadores que depois de uma bela recuperação na Série D colocaram a equipe na fase eliminatória.

Bem como, sua fala diminuindo a competição e outras geraram desconforto. Nesse sentido, o diretor classificou sua equipe como “zebra no mata-mata do Brasileirão“. Simultaneamente, disse que o foco do Bangu é o Campeonato Carioca. Por outro lado, no estadual de 2021, o Alvirrubro teve pior desempenho dos últimos 17 anos. Assim, escapando do rebaixamento por pouco. Analogamente, também foi dito que o clube montou um planejamento a longo prazo focado nas próximas edições do Carioca. Com isso, visando a reestruturação financeira do clube.

Em suas redes, a torcida organizada Castores da Guilherme. principal organizada do Bangu, se manifestou contra a entrevista e suas falas. De acordo com a torcida, a entrevista foi errônea em diversos aspectos em que foram apontados em diversos tweets feitos pela torcida. Nesse ínterim, o Alvirrubro se prepara para o jogo de ida da segunda fase da Série D.

Foto destaque: Divulgação/Bangu AC

Alex Villlar

Deixe um comentário