O jogador Mário Balotelli pode ser o mais novo centroavante do Flamengo. Sim, o atleta pode ser o novo reforço europeu do clube brasileiro, segundo o jornalista italiano Gianluca Di Marzio, da emissora “Sky Sports”. De acordo com a fonte, o atacante já deu seu aval para a negociação aos dirigentes rubro-negros. Sendo assim, restaria apenas acertar os termos para selar a contratação e o jogador vestir a camisa da equipe.

Balotelli tem um vasto currículo no mundo do futebol. O jogador possui passagens por equipes de peso europeu, como o Liverpool, Manchester City e Milan. Embora isso, as janelas de transferências internacionais já estão fechadas. Entretanto, a contratação só torna-se possível, porque, atualmente, o jogador está sem clube. Seu último contrato foi com o Olympique de Marselha, encerrado no dia 31 de julho de 2019.

Oficialmente, o Flamengo não comenta a negociação. Internamente, a diretoria trata o assunto com cautela.  No entanto, o centroavante pode ser o 10º reforço do clube em 2019, depois de Rafinha, Rodrigo Caio, Pablo Marí, Filipe Luís, Gerson, João Lucas, Arrascaeta, Bruno Henrique e Gabigol. Este último deve fazer dupla com o suposto novo reforço, já que essa é a forma como Jorge Jesus gosta de trabalhar: um livre para movimentar-se e outro para que sirva de referência.

RETROSPECTO

Na Itália, o jogador já jogou por duas grandes equipe. O atacante foi revelado pela Internazionale, em 2007. Porém, deixou o clube em 2010, em direção ao Manchester City. Em 2014, voltou para a Itália e defendeu o rival Milan, até 2016. Esse ano, pelo Olympique, Balotelli marcou oito gols em 15 jogos. Ao todo, soma 170 gols em 413 jogos na carreira, incluindo as partidas pela Seleção Italiana.

PARCERIA

O irmão do atleta, Enock, atuaria pelo Boavista, em uma parceria com o clube rubro-negro. Sendo assim, caso acerte com o Flamengo, Mario Balotelli seria o primeiro italiano a vestir a camisa da equipe na história.

Vanessa Cristina
Vanessa Cristina
Olá, me chamo Vanessa, tenho 24 anos, sou alagoana, estudante de Jornalismo da Universidade Federal de Alagoas, em busca de um sonho. Luto para desconstruir a figura da mulher apenas como musa no futebol e busco espaço profissionalmente. Aos poucos, nossa classe vem desfazendo a ideologia de "futebol é coisa de homem" e ocupando espaço no mundo da bola. Seja na arquibancada, dentro ou fora de campo, LUGAR DE MULHER É ONDE ELA QUISER.

Artigos Relacionados