Bahia vence Bahia de Feira pelo Campeonato Baiano (Foto: Divulgação/Esporte Clube Bahia)

Neste domingo (9), Bahia x Bahia de Feira entraram em campo pelo jogo de ida das semifinais do Campeonato Baiano 2021. Assim, o Tricolor de Aço esteve melhor em boa parte da partida, mas careceu de um melhor sistema ofensivo para balançar as redes. Logo, apenas no início da segunda etapa que Pablo encheu o pé para assegurar a vitória por 1 x 0. Como resultado, o Esquadrão joga por um empate para chegar a final da competição estadual.

Assista aos melhores momentos de Bahia x Bahia de Feira

1º tempo: Início morno, mas com bola na trave

Inicialmente, as equipes promoveram um jogo tímido nos primeiros 45 minutos. Isso porque, com uma postura forte na marcação, o Bahia de Feira conseguiu neutralizar as principais investidas do Bahia. Além disso, mesmo com mais posse de bola, o Tricolor de Aço se ressentia de uma melhor qualidade de finalização. Assim, aos 12′, Bahêa recuperou a bola no campo de ataque e pegou a defesa do Tremendão desarrumada. Logo, Marcelo passou para Daniel Penha, que invadiu a área e chutou em cima de Jean.

Na sequência, o Bahia de Feira teve seu melhor momento na partida quando levou perigo ao gol adversário aos 17′. Assim, após roubada de bola, Jarbas fez o cruzamento na medida para Deon, que, na pequena área, finalizou por cima do gol. Já na reta final, o Bahia criou a melhor chance da etapa, aos 44′, quando Raniele pegou sobra de bola na entrada da área e soltou a perna. No entanto, a finalização bateu na trave e saiu pela linha de fundo. No lance, Jean pulou, mas não achou nada, e o goleiro do Tremendão só torceu para a redonda sair.

2º tempo: Gol e pressão do Bahia de Feira

Na volta do intervalo, com mais vontade de sair com a vitória, o Bahia passou a envolver o Bahia de Feira, que se defendia como podia das investidas mandantes. Assim, aos 8′, Felipinho cruzou na medida para Gustavo Brinquedo, quase na pequena área, cabecear a queima roupa. Jean fez uma defesa incrível e salvou o Tremendão de sofrer o primeiro gol. Em seguida, não deu. Pois, aos 12′, a defesa visitante afastou mal uma cobrança de escanteio. Ronaldo tentou domínio, mas acabou ajeitando a bola para Pablo encher o pé e abrir o placar para o Tricolor de Aço.

Logo, mesmo com a vantagem, o Bahia continuou pressionando em busca do segundo gol. Assim, aos 23′, após boa trama ofensiva, Felipinho invadiu a área e chutou forte, mas a bola bateu na rede pelo lado de fora. Somente após os 30′ que o Bahia de Feira voltou para o jogo e construiu jogadas de perigo como a cabeçada de Victor Salvador que exigiu boa defesa de Júnior. Já na reta final, Hugo Freitas partiu para cima da marcação e chutou da entrada da área, mas a redonda passou ao lado da barra. Por fim, aos 45′, Jonathan David cruzou a bola da esquerda, Adriano Ferreira desviou e Marcone Pelé finalizou para uma defesa de puro reflexo de Júnior, garantiu a vitória tricolor.

Bahia x Bahia de Feira – E agora?

Dessa forma, com o resultado, o Bahia abriu vantagem por uma vaga na final do Campeonato Baiano. Agora, o Tricolor de Aço precisa de um empate no jogo da volta para ser finalista. Enquanto que o Bahia de Feira vai em busca da vitória por mais de um gol de diferença para avançar à decisão. A saber, a partida derradeira acontece na quarta-feira (12), às 21h30 (horário de Brasília).

Foto Destaque: Divulgação/Esporte Clube Bahia

Avatar
Ricardo do Amaral
"Alvíssaras! Sou Ricardo Accioly Filho, pernambucano de 27 anos, advogado e estudante de jornalismo pela Uninassau. Tenho como mote que “no futebol, nunca serão apenas 11 contra 11”; é arte, é espetáculo, humanismo, tem poder de mover multidões e permitir ascensões sociais. Como paixão nacional do brasileiro, o futebol me acompanha desde cedo, entretanto como nunca tive habilidade para praticá-lo, busquei associar duas vertentes de minha vida: o prazer pela leitura e o esporte bretão. Foi nesse diapasão que encontrei no jornalismo esportivo o elo de ligação que me leva a difundir e informar o que, nas palavras de Steven Spielberg, é o “mais belo espetáculo de imagens que já vi”."