Bahia

O lateral-esquerdo Juninho Capixaba comemorou sua boa fase em entrevista nesta terça-feira (7). A saber, ele completou a marca expressiva de 100 jogos com a camisa do Bahia contra o Fluminense. Assim, se diz aliviado por ter passado por um momento difícil em sua vida. Bem como, comentou sobre a influência de Diego Dabove em sua melhora.

Juninho Capixaba dá entrevista no CT do Bahia

Quebra de tabu

Bahia ganhou seu último jogo diante do Fortaleza por 4 x 2, e quebrou uma série de oito partidas sem vencer no Brasileirão. Portanto, Juninho Capixaba comentou sobre o alívio que esse triunfo deu ao grupo.

“Sentimento de alívio após oito derrotas. Acredito que ninguém gosta de estar em uma sequência ruim como estávamos. Então, é um sentimento de alívio mesmo. Bem como, não podemos nos acomodar. Foi apenas um triunfo para nos ajudar a nos reerguer e mostrar que a gente pode fazer muitas coisas dentro desse campeonato. E eu creio que a gente vai fazer. Pode esperar que a reviravolta está por vir. A gente está crescendo a cada jogo e tem sido muito importante para nós”, afirmou.

https://twitter.com/ECBahia/status/1435344988213325826

Reviravolta no Bahia

Juninho Capixaba atingiu a marca de 100 jogos pelo Tricolor, vivendo uma boa fase individualmente. A saber, o atleta começou como titular nas últimas cinco partidas. Além disso, neste período marcou um gol e deu três assistências.

“Vinha sendo muito criticado, o que é normal, acredito que tenho que render aquilo que é esperado. Vim para cá para jogar, para ajudar a equipe, não para simplesmente ser um peso para o clube. Me recuperei, acredito que mentalmente e fisicamente, tenho me preparado muito bem. Corrigi os erros que estava tendo. Para o grupo também, de suma importância voltar a vencer para dar sequência no campeonato”, disse o lateral.

Ajuda de Diego Dabove

Ademais, Juninho Capixaba ainda prestou tributos ao técnico Diego Dabove, que tem lhe dado orientações. Assim sendo, muito importante na sua subida de rendimento.

“A intensidade. Treinador que gosta muito de ser intenso, o tempo todo. Já vinha sendo intenso no trabalho do Dado, mas ainda mais agora. Acredito que a gente tem crescido. Eu tenho buscado os detalhes do que ele vem passando para crescer ainda mais”, revelou.

Mudança na rotina de treinos

Por fim, Juninho ainda aproveitou para comentar sobre a nova rotina de treinamentos, implantada por Diego Dabove.

“É uma rotina diferente, um trabalho diferente, comportamentos diferentes. Os pedidos são diferentes. A gente tem se adaptado o mais rápido possível para entender o que o professor quer passar para nós para que isso venha acarretar dentro de campo para que a gente consiga bons resultados”, finalizou.

Foto destaque: Divulgação/EC Bahia

Caian Oliveira
Siga-me no Twitter: @caiansoliveira