Apresentado pelo Bahia, o volante chega para ocupar a lacuna aberta com a saída de Gregore. Desse modo, com características de marcação forte, o jogador é conhecido como o famoso “Pitbull“.

Dessa forma, quando questionado sobre o assunto, o jogador tratou de deixar claro que as jogadas mais duras fazem parte do passado. Além disso, foi lembrado um episódio com o seu companheiro de equipe, o Gilberto. Em um clássico entre Vasco e Flamengo, onde o volante acertou as travas da chuteira no rosto e peito do atacante.

Lembro [da jogada com Gilberto]. No futebol a gente evolui. Naquele momento, tinha acabado de chegar no Flamengo, com muita vontade. Vim do Sampaio Corrêa, excelente equipe do Nordeste. Vim com a sede de bola, as vezes fazia jogada mais forte, mas não era na intenção de machucar ou prejudicar alguém.

Era sempre na vontade, na raça para conseguir os resultados positivos. E eu evolui. Acho que quando você sai e depois volta, volta mais experiente. Acho que esse lance já ficou para trás. Gilberto, na época, liguei para ele, pedi desculpas. Portanto, agora é conquistar objetivos novos e grandes triunfos”.

Provável estréia pelo Bahia

Por fim, após duas semanas treinando com o grupo, o jogador já pode estreiar nesta quarta-feira (7), quando o Bahia enfrenta o Manaus, pela segunda fase da Copa do Brasil. A bola rola no estádio de Pituaçu, em Salvador.

Foto Destaque: Divulgação/ Antônio Muniz/EC Bahia

Avatar
Gilvan Rodrigues
Gilvan Junior, 20 anos, natural de Feira de Santana, estudante de jornalismo pela FAT. Desde pequeno, meu principal assunto era o esporte. Sempre acompanhado programas, sites, etc. Decidir, partir pra área que me dará a oportunidade de viver daquilo que mais amo. O futebol.

Deixe uma resposta