Bahia

O técnico argentino Diego Dabove não dirige mais o time do Bahia. A saber, o clube anunciou, nesta tarde, o desligamento do profissional após seis partidas no comando da equipe. Portanto, a demissão vem após uma derrota para o Corinthians por 3 x 1. Bem como, o Tricolor entrou pela primeira vez na zona de rebaixamento e não saiu mais. O presidente, Guilherme Bellintani, comentou o caso.

Mas já? Bahia dispensa Diego Dabove

Técnico do Bahia, o argentino Diego Dabove, não resistiu à derrota, por 3 x 1, para o Corinthians, na última terça-feira (5). Assim, no dia seguinte acabou sendo demitido pelo Tricolor, onde dirigiu a equipe por seis jogos. Todavia, ainda não há certeza de quem será o novo treinador. Mas, segundo o jornalista Élton Serra, será Guto Ferreira, que já esteve no clube outras duas vezes.

No BahiaDabove fez seis jogos oficiais, todos válidos pelo Campeonato Brasileiro. Assim, venceu uma partida apenas, por 4 x 2 contra o Fortaleza. Além disso, conseguiu dois empates contra Santos (0 x 0) e RB Bragantino (1 x 1). No entanto, todos os outros jogos acabaram em derrota, para Internacional, FluminenseCorinthians.

Assim, o treinador teve 27,7% de aproveitamento no Esquadrão, e deixa o time dentro da zona de rebaixamento, em 17º lugar com 23 pontos. Ademais, a equipe tomou 10 gols sob seu comando, e fez seis. Portanto, o Bahia ocupa a posição de pior defesa do Brasileirão, tendo sua rede balançada em 38 vezes.

O presidente Guilherme Bellintani comentou sobre o desligamento do técnico.

“Precisamos realizar uma correção de rumos. Não era algo que a gente gostaria de fazer, lamentamos bastante a situação, mas se a gente decidiu mudar tão rápido é uma prova de que a escolha terminou se mostrando equivocada – não no sentido da qualidade do trabalho, mas do ponto de vista de conhecimento do futebol brasileiro e do contexto do clube. Fazendo um balanço do dia a dia, dos resultados e dos desafios que temos pela frente, entendemos que essa é a medida correta no momento”, comentou em pronunciamento oficial.

Foto destaque: Divulgação/Bahia

Caian Oliveira
Siga-me no Twitter: @caiansoliveira