Cazares não deve permanecer no Atlético-MG

O Atlético-MG está sendo o protagonista do mercado da bola brasileiro, mesmo com a pandemia do novo coronavírus. Assim, contratou o técnico Sampaoli, além de jogadores como Marrony, Bueno, Léo Sena, Keno entre outros. Contudo, agora o clube fez a “segunda faxina” no seu elenco e após dispensar Ricardo Oliveira, Di Santo e mais quatro, desta vez sobrou para Cazares e Clayton. O equatoriano não terá seu contrato renovado no final do ano, e o atacante teve contrato rescindido.

Sobre Cazares, o próprio empresário do jogador confirmou que ele não terá seu contrato renovado, em entrevista ao portal ‘Uol Esporte'. Assim, o agente falou que está começando a procurar novos clubes para o seu agenciado atuar até mesmo antes do final do vínculo que vai até dezembro de 2020.

“Ele tem contrato até dezembro de 2020. Poderia assinar um pré-contrato tranquilamente, não há mais exclusividade. No Atlético Mineiro não há nenhuma possibilidade de ficar. Estou trabalhando, indo atrás de clubes dos Emirados Árabes Unidos, da Arábia Saudita e do Qatar. Como eu te disse, ele está praticamente livre.”

Enquanto isso, o atacante Clayton também não defende mais as cores do Atlético-MG. O jogador de 24 anos teve seu contrato rescindido e agora procura um novo clube. Após passagens por Corinthians, Vasco, Bahia e Figueirense, todas por empréstimo, o jogador chegou a ser observado por Jorge Sampaoli, mas agora estuda seu futuro.

Foto Destaque: Reprodução/Douglas Magno/BP Filmes

Alexsander Vieira
https://bit.ly/3nAiB4l

Artigos Relacionados