Atlético-MG comunica saída de Alexandre Mattos

- O diretor de futebol tinha contrato até o fim do ano com o Galo, e vínculo possuía multa de rescisão
Atlético-MG comunica saída de Alexandre Mattos

O Atlético-MG oficializou na manhã desta segunda-feira (4), que Alexandre Mattos não é mais o diretor de futebol do clube. Primeiramente, agora com Sérgio Coelho à frente da presidência, essa é apenas a primeira de algumas mudanças que estão previstas no organograma do Atlético.

Em suma, anunciado em 12 de março de 2020, substituindo Rui Costa, que foi demitido em fevereiro, Mattos ficou 298 dias na função, sendo o responsável pela contratação de todos os reforços da Era Sampaoli. Contudo, o diretor de futebol tinha contrato com o Galo até o final de 2021, sendo que, o vínculo possuía multa por rescisão contratual. O valor gira em torno de cerca de seis meses de salário do dirigente.

Posteriormente, a saída já havia sido especulada há alguns dias, e o novo presidente fazia mistério em relação a mesma. Entretanto, o então diretor seguia trabalhando. Em síntese, inclusive, no último domingo (3), ele postou uma foto em seu perfil do Instagram, mostrando que estava na Cidade do Galo.

Em conclusão, o clube informa, que a decisão sobre a saída de Mattos, foi tomada pela diretoria, juntamente com o colegiado, composto pelos conselheiros e investidores Rubens Menin, Ricardo Guimarães, Renato Salvador e Rafael Menin.

NOTA DO CLUBE SOBRE O OCORRIDO

O Clube Atlético Mineiro acertou, nesta segunda-feira, 4 de janeiro, a rescisão contratual com o diretor de Futebol Alexandre Mattos.

O encerramento do vínculo com Alexandre Mattos é fruto de decisão do órgão especial colegiado, composto pelo presidente Sérgio Coelho, pelo vice-presidente José Murilo Procópio e pelos conselheiros e apoiadores Rubens Menin, Ricardo Guimarães, Renato Salvador e Rafael Menin.

Por deliberação deste órgão, optou-se por montar um time de dirigentes alinhados com o perfil administrativo e os propósitos deste recém-criado conselho.

A mudança na diretoria de futebol converge para a  nova política de gestão que vai permear o Galo nos próximos anos, com o foco na austeridade administrativa, por meio das melhores práticas de governança; na reestruturação das categorias de base; na construção da Arena MRV; e na manutenção de um time profissional altamente competitivo.

O Clube Atlético Mineiro agradece o ex-diretor pelos serviços prestados e deseja-lhe sucesso nos futuros desafios profissionais.

Foto Destaque: Reprodução/Bruno Cantini/Atlético

BetWarrior


Poliesportiva


Rhaíssa Oliveira
Rhaíssa Oliveira
Rhaíssa de Oliveira Cortes, mineira de 29 anos, jornalista em formação e apaixonada por esportes, sobretudo amante do futebol. Sou comunicativa desde pequena e amo escrever. Resolvi fazer da minha paixão pelo esporte a minha profissão. Ouço muito que arquibancada e futebol não são coisas de mulher, é por isso que vou descer da arquibancada e cobrir os jogos de dentro do campo!

    Artigos Relacionados

    Deixe uma resposta

    Topo