Atlético-GO lança novo escudo (Foto: Divulgação/ACG)

Em live realizada no Instagram na noite desta sexta-feira (19), o Atlético-GO apresentou seu terceiro escudo. O emblema será utilizado nos segundo e terceiro uniformes da equipe. Durante toda a transmissão, o presidente do clube, Adson Batista, deixou claro que o escudo principal não será deixado de lado. Assim, o objetivo principal do novo brasão é modernizar. O Dragão contratou a FUTBOX para desenvolver o novo escudo. Com isso, o fundador da empresa, Adriano Ávila, participou da live, contanto sobre o processo de criação. Além deles, Jovair Arantes, presidente do Conselho Deliberativo, também participou da apresentação e garantiu que a ideia é inovar, entretanto, não se deve deixar para trás o tradicional. O Rubro-negro irá disputar a Série A do Brasileirão neste ano.

“O Atlético está atento às mudanças. Observamos o pedido dos torcedores para a modernização da marca. Por isso, fizemos diversos estudos até chegar ao material final, que será o terceiro escudo oficial do Atlético. Não queremos apagar a imagem dos outros escudos do clube. Por isso, iremos investir em uma terceira marca. Isso poderá abrir novas oportunidades de lançamentos de camisas e reconhecimento nacional e internacional do clube”, garantiu Adson Batista.

Nova identidade ao brasão do Atlético

Por fim, o novo escudo, como citado pelo presidente do clube, é desejo antigo dos torcedores. Henrique Arantes, filho de Jovair, deputado estadual e torcedor do Atlético, em participação na live, comentou a respeito disso. Segundo Henrique, o escudo tradicional do time goiano se parece com o do São Paulo Futebol Clube. Portanto, o Dragão não possuía “tanta identidade”, de acordo com o deputado. Logo, com o intuito de inovar e modernizar o escudo do Rubro-negro goiano, o criador do brasão falou sobre o processo de criação. Em suma, o emblema será utilizado no segundo uniforme e também no terceiro, que ainda será lançado.

“O trabalho focou na evolução dos escudos do Atlético-GO. Assim, foram selecionados dois momentos: o escudo de fundação, na verdade, o segundo modelo, que possui uma ligação afetiva maior com o seu torcedor, e o escudo atual, usado desde 2016, com três estrelas. […] O conceito empregado foi transportar o entrelaçamento original (inicias ‘ACG’ presentes no primeiro escudo) para o novo modelo, criado a partir da estrutura do escudo atual, proporcionando um formato inédito no Brasil, com mais força e mais legibilidade em ambientes digitais. Além disso, promove o equilíbrio entre tradição e inovação, ponto estratégico para o crescimento de uma marca e a expansão da sua torcida”, explicou Adriano Ávila.

Foto destaque: Divulgação/Atlético-GO

Danyela Freitas
Sou goianiense, graduada em Letras pela Universidade Federal de Goiás (UFG), pós-graduada em Jornalismo Esportivo pela Estácio-SP e tenho três grandes paixões: a escrita, a leitura e o esporte (não necessariamente nessa ordem).

Artigos Relacionados