Athletico-PR x Atlético-MG como aconteceu - Resultado, destaques e reação

Nessa quarta-feira (15), no confronto entre Athletico-PR x Atlético-MG, válido pela final da Copa do Brasil de 2021, o Galo venceu o Furacão por 2 x 1, na Arena da Baixada e sagrou-se bicampeão do torneio.

Assista aos melhores momentos de Athletico-PR x Atlético-MG

1º TEMPO: JOGO PEGADO, MAS GALO SAI À FRENTE

A princípio, quase não houve futebol nos primeiros minutos, apenas entradas duras, discussões e um árbitro muito paciente. Logo após o pontapé inicial, Christian já havia chegado forte em Jair, rendendo desentendimentos. Um pouco depois, Renato Kayser acertou o rosto de Jair, uma nova discussão. Até que Daronco chamou os capitães, deu um ultimato e fez a bola rolar um pouco mais. Como resultado, o Athletico passou a pressionar até que chegou ao gol, mas Pedro Rocha dominou a bola com a mão, gol anulado pelo VAR. A empolgação se transformou em pesadelo. Aos 24′, em um contra-ataque perfeito, Vargas rolou para Zaracho, que encontrou Keno livre na área para finalizar e abrir o placar. Os mandantes sentiram o golpe. Já o Galo quase fez o segundo com Hulk, de cavadinha. A primeira parte ainda reservou momentos de mais tensão para os torcedores rubro-negros. Renato Kayser deixou o gramado lesionado e chorando.

2º TEMPO: FELICIDADE PARA ALGUNS…

A reta final começou com o Furacão pressionando. O meia Fernando Canesin obrigou Éverson a fazer uma grande defesa logo no primeiro minuto. Quatro minutos depois, Allan tentou afastar em cobrança de escanteio, porém quase fez contra. O mesmo Canesin levou perigo novamente. Aos dez, Vinicius Mingotti marcou, mas a arbitragem anulou por impedimento. Era jogo de um time só. Os visitantes foram chegar somente aos 15′, mas Vargas desperdiçou a oportunidade. Os paranaenses responderam rapidamente com Marcinho.

Após alguns sustos, o Atlético mostrou o porque é o atual campeão brasileiro. Aos 30′, Savarinho deu um passe na medida para Hulk, que ficou cara a cara com o goleiro e tocou por cobertura. A equipe de Alberto Valentim ainda diminuiu com Janderson, mas era tarde demais.

https://twitter.com/Atletico/status/1471309349557575689?s=20

ATHLETICO-PR X ATLÉTICO-MG- E AGORA?

Por fim, com a vitória, o Galo conquista o seu bicampeonato. O último havia sido em 2014.

Em contrapartida, o Furacão não pode dizer o mesmo. No entanto, é de se destacar a excelente campanha.

Foto destaque: Reprodução/ Atlético-MG

André Merice
Sou somente mais um louco apaixonado por futebol!