Richard consegue efeito suspensivo

O Athletico conseguiu um efeito suspensivo para a suspensão aplicada pelo STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva), e Richard está disponível. A princípio, o volante foi expulso no jogo contra o Bahia após um lance em que o camisa 25 ergueu demais o pé e acertou à cabeça de Rodriguinho. Do mesmo modo, o atleta além da expulsão foi punido com dois jogos de gancho.

Diante dos dois jogos de suspensão, o Furacão recorreu ao STJD, buscando um efeito suspensivo e conseguiu a liberação. Assim, o time paranaense conta com Richard até o julgamento do recurso. Dessa forma, o jogador está a disposição para enfrentar o Ceará, neste sábado (17), às 17h (horário de Brasília), na Arena Castelão pela 12ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Da mesma forma, Marcinho foi expulso no mesmo jogo após uma entrada em Rossi. Assim, o clube também buscou um efeito suspensivo, do mesmo jeito, mas não conseguiu a liberação do lateral. O atleta também foi punido com dois jogos, e já cumpriu um diante da Chapecoense. A princípio, os dois haviam sido punidos na última segunda-feira (12).

Além disso, nesta mesma partida o técnico António Oliveira também foi expulso, só que por reclamação. Porém, o português nem foi a julgamento. Assim, o técnico já cumpriu a suspensão e estará comandando o time. Do mesmo modo, o Furacão tem três desfalques confirmados para a partida.

Richard está disponível mas ainda é dúvida

Bem como Marcinho (suspenso), o time paranaense não conta com Santos e Abner (seleção olímpica). Além deles, o zagueiro Lucas Halter (lesionado) só retorna em 2022. A princípio, o time vai com seus 25 atletas do time principal para o jogo no Ceará. Assim o Athletico tem um time provável com: Bento; Khellven, Pedro Henrique, Thiago Heleno e Nicolas; Richard, Christian, e Terans; Nikão, Vitinho e Matheus Babi. Assim, este é o time provável, mas não está confirmado.

Por outro lado, ainda pode haver mudanças no time principal. Devido a maratona de jogos do time paranaense, António Oliveira vem fazendo um rodízio no time titular. Até o momento vem dando certo, visto que o Rubro-Negro não tem nenhum atleta lesionado por desgaste. Então, podemos ter Zé Ivaldo, Léo Cittadini e Carlos Eduardo entre os titulares. Com isso, o time deve manter a estratégia visto que está dando certo. Além disso, o time tem uma sequência grande de jogos a frente.

Foto destaque: Divulgação/Fabio Wosniak/Athletico-PR

Vitor Marques
Escolhi o jornalismo por querer trabalhar com esportes, especificamente com futebol e por gostar muito de televisão e formato de programas esportivos. Fiz uma websérie como produto do meu TCC, juntamente com meu grupo, contando a história da temporada de 2014 do Maringá Futebol Clube, neste ano o clube que disputava pela primeira vez a série A do campeonato estadual chegou ao vice-campeonato. Tenho um canal do YouTube com alguns amigos da faculdade para falar sobre futebol e já participei de alguns programas esportivos de rádios e é o que desejo fazer profissionalmente, trabalhar com esportes.