América-MG

América-MG segue ativo no mercado de transferências em 2022. A saber, o Coelhão anunciou mais dois reforços, totalizando quatro contratados neste início de ano. Assim, o atacante Everaldo e o meia colombiano Índio Ramírez se juntam ao elenco americano que vai disputar a Libertadores. Antes disso, o clube já havia apresentado dois jogadores para a defesa.

Novos reforços do América-MG

América-MG
Foto: Divulgação / América-MG

Primeiramente, o América-MG anunciou a contratação do atacante Everaldo, que chega emprestado do Corinthians até o fim do ano. O atleta, em 2021, esteve cedido ao Sport, onde amargou o rebaixamento à Série B. Além disso, o jogador atuou em 21 jogos, fez um gol, e deu duas assistências. De fato, não chegou a se firmar como titular do Leão da Ilha.

Everaldo teve passagem boa pelo Fluminense entre 2018 e 2019, quando foi adquirido pelo Corinthians. A saber, sua melhor característica de jogo é a velocidade, atuando pelos lados do campo. De fato, não é um atacante de muitos gols, mas pode auxiliar em outras fases do jogo.

América-MG
Foto: Divulgação / América-MG

Outro jogador que chega por empréstimo ao América-MG é o meia-atacante colombiano Juan Pablo “Índio” Ramírez. A saber, na última temporada esteve no Bahia, onde passou a temporada quase toda lesionado (desde fevereiro). Assim, desde que chegou à equipe baiana em 2020, o atleta entrou em campo em 15 jogos, e fez três gols. Além disso, esteve envolvido em uma polêmica nacional, acusado por Gérson, ex-Flamengo, de racismo. A saber, seu estilo de jogo é de muita habilidade, abusando dos dribles. Bem como, tem uma boa finalização.

América-MG na janela de transferências até aqui

América-MG já anunciou quatro atletas, juntando EveraldoÍndio Ramírez. A saber, durante a semana o clube divulgou a contratação de outros dois zagueiros para compor o sistema defensivo. Assim, o argentino Germán Conti, e Éder chegaram.

Foto destaque: Reprodução / Jovem Pan

Caian Oliveira
Minha paixão sempre foi o futebol. Mas, nunca sonhei em ser jogador. Não, meu sonho de moleque era levar o futebol às pessoas através da Comunicação. E aqui estou, realizando meu sonho.