Remo

Na tarde deste domingo (6), é disputada a segunda e decisiva partida do Campeonato Paraense Banpará 2020. Dessa maneira, no Estádio Olímpico do Pará, o Mangueirão, às 17h (horário de Brasília), Clube do Remo e Paysandu decidem o título paraense pela quarta vez nos últimos sete anos. O Leão precisa para reverter a vantagem do rival para conquistar o tricampeonato e empatar em números de títulos. Já o Papão joga por um empate para quebrar um jejum de três anos sem título estadual.

REMO

Do lado da Antônio Baena, após a derrota no primeiro clássico, o técnico Mazola Júnior sofreu várias críticas por parte da torcida. Não só pelo esquema tático, mas também pelas substituições feitas durante o jogo. Contudo, garantiu que a decisão está aberta e que Leão Azul Paraense está mais motivado para correr atrás do resultado. Desse modo, para a grande final do Parazão, o Remo tem um importante desfalque. Eduardo Ramos está fora do duelo, devido uma lesão na coxa esquerda. Por fim, Mazola afirmou que há outras mudanças na equipe pelo desgaste físico. Para ser campeão paraense pela 47ª vez, o Clube do Periça tem que vencer por dois gols de diferença. Vitória por um gol leva a decisão para os pênaltis.

https://twitter.com/ClubeDoRemo/status/1301991610222284812

PAYSANDU

Já pelos lados da travessa Curuzú, o técnico Hélio dos Anjos deixou claro que a virada nos últimos minutos do primeiro jogo, veio através da imposição do Papão na segunda etapa. Assim sendo, o treinador também destacou os autores dos gols, que saíram do banco de reservas para garantir a vitória- Uiliam Barros e Netinho. Para o duelo de domingo, Hélio ressaltou que equipe deve conter a empolgação e manter foco no segundo jogo. Por fim, não garantiu mudanças na equipe titular, e a tendência que seja o mesmo plano de jogo. Para conquistar seu 48º título paraense, o Papão da Amazônia joga pela vitória e por um simples empate. Em conclusão, ainda aumenta o tabu de nove jogos de invencibilidade para o rival.

https://twitter.com/Paysandu/status/1301942163002064896

RETROSPECTO – REMO X PAYSANDU

A segunda partida da final do Campeonato Paraense de 2020 será o Clássico Rei da Amazônia de número 755, o clássico mais jogado do mundo. Nesse sentido, Remo e Paysandu já se enfrentaram pelo Parazão, Brasileirões das Séries A, B e C, Copa Norte, Copa Verde e torneios amistosos. O Leão tem 261 vitórias, o Papão tem 237 triunfos e ainda ocorreram 256 empates.

APOSTA INDICADA E PALPITE

Em suma, o técnico Mazola Júnior espera um Leão mais motivado e ofensivo para o clássico de domingo. Visto que o treinador tem sofrido críticas pelo estilo de jogo defensivo e pelo excesso de volantes no meio campo. Por outro lado, o Bicolor Paraense tenta manter o foco para o segundo jogo mediante o técnico Hélio dos Anjos. Apesar da vitória, o Lobo demonstrou muitos erros defensivos e na criação das jogadas. O palpite é de 0 x 1 para o Paysandu.

Odds: Em Breve

Foto Destaque: Reprodução/Cristino Martins/ O Liberal

Amaury Ferreira
Amaury Ferreira
Escolhi o Jornalismo como profissão, porque desde a minha infância sempre fui fascinado pelos âncoras de telejornais e pelas transmissões esportivas no rádio e na televisão, a relação com meu time do coração também influenciou na minha escolha. Sou uma pessoa bem tranquila, mas que quando acredito em alguma coisa, sempre tento buscar correr atrás.

Artigos Relacionados