Com mais de 100 dias de paralisação, a competição estadual está prestes a retornar e o Botafogo-SP terá como primeiro adversário nesse pós pandemia o Guarani. As duas equipes se encontrarão no Estádio 1º de Maio, sem torcida, conforme a recomendação da OMS.

A partida é válida pela 11ª rodada do Paulistão, e acontecerá na quinta-feira (23), às 20h. Assim como esse jogo, toda a rodada contará com novos protocolos estipulados pelas entidades de saúde e com aprovação da Federação Paulista de Futebol (FPF).

BOTAFOGO-SP

O time da casa, atualmente, ocupa a 4ª colocação do grupo B, que tem como concorrente Santo André, Palmeiras e Novorizontino. A equipe soma, atualmente, oito pontos – 13 a menos que o primeiro colocado, e a metade que o 3° – e tem um saldo negativo de gols (-14).

Além disso, o Botafogo-SP perdeu quatro jogadores da sua lista A durante a paralisação. Willian Oliveira, volante, que rescindiu contrato e foi para a Chapecoense, Didi, zagueiro, que foi para o adversário após o término de seu contrato, Marcos Vinícius, meia, que voltou ao Botafogo-RJ e Andrion que foi emprestado.

Apesar disso, o clube não deve ter novos nomes inscritos pela equipe para disputar essa reta final. No entanto, mesmo com isso o comandante da equipe, Claudinei Oliveira, irá lutar para que o Botafogo-SP fuja do rebaixamento no Paulista e pediu que a torcida dê um voto de confiança a ele e aos atletas.

https://twitter.com/botafogofsa/status/1283818857858293766?s=20

GUARANI

Do outro lado, o oponente alviverde, que está no grupo D, conta atualmente com 16 pontos e soma 9 gols como saldo na competição. O Guarani é o segundo colocado tendo à sua frente o Bragantino com 17 pontos, e seguido por Corinthians e Ferroviária com 11.

A equipe comandada por Thiago Carpini tem grandes chances de se classificar para a fase mata-mata da competição, faltando apenas dois pontos para garantir a classificação matemática. Por isso, durante a paralisação, a equipe movimentou o mercado e o Boletim Informativo Diário (BID).

Contudo, movimentações importantes marcaram as ações do Guarani: a primeira foi a renovação de Junior Todinho, jogador que se mostrou importante para a equipe durante a primeira etapa da competição. Formalizou o contrato de empréstimo com Welber e Elias Carioca – ambos vindo do Athletico -PR. Além deles, Didi chega para defender o Bugre, mas não poderá atuar ainda por já ter defendido o rival.

RETROSPECTO – BOTAFOGO-SP X GUARANI

Botafogo-SP e Guarani já se confrontaram 119 vezes em sua história. O Bugre conta com 43 vitórias a seu favor, enquanto adversário apenas 33. Contudo, as equipes somam 337 gols juntas, ficando 183 para o alviverde e 154 para o rival.

APOSTA INDICADA E PALPITE

As situações das equipes dão muito diferentes e refletem a preparação de cada um durante o tempo trabalhado. De um lado, o Botafogo-SP se encontra fragilizado não só pelos resultados ruins da primeira fase, mas também pela pandemia e todas as suas consequências.

Porém, por outro lado, o Guarani já vinha fazendo uma campanha sólida durante a competição, e apesar dos problemas decorrentes do Coronavírus, conseguiu se organizar e reforçar seu elenco.

Desse modo, a aposta mais segura, nesse caso, é a equipe visitante, que, apesar de não contar com o fator casa, tem uma campanha mais consolidada. Assim, o palpite é de 1 x 2.

Odds: em breve

Foto: Divulgação/Daniel Marques/Futebol na Veia

Valéria Contado
Eu sou a Val Contado, finalmente jornalista (uhul!), apaixonada por futebol há 24 anos, desde quando meu pai colocou em mim o uniforme do nosso time do coração. Adepta da arte da resenha, falar e respirar futebol é o que eu mais gosto de fazer.

Artigos Relacionados