Xavi Hernández

Xavier Hernández Creus, mais conhecido como Xavi Hernández, começou sua carreira no futebol atuando como meio-campista no Barcelona. Após a aposentadoria, resolveu dedicar-se à carreira de treinador e hoje comanda o Al-Sadd. A saber, o El Maestro é considerado por muitos o melhor jogador espanhol de todos os tempos.

https://www.instagram.com/p/CBFu9DtKxfd/

INÍCIO DA CARREIRA

Seu primeiro contato com o futebol foi em 1985, então com apenas cinco anos. Dessa maneira, começou a jogar numa escolinha de futebol. Começou nas categorias de base do Barcelona, aos 11 anos de idade. Inclusive, foi no clube que o meio-campista atuou durante quase toda a sua carreira.

Após se destacar na base, Louis van Gaal, então treinador da equipe profissional, lhe deu uma chance de estrear em seu time em 18 de agosto de 1998. Aliás, sua primeira partida foi logo na final da Supercopa da Espanha daquele ano, contra o Mallorca. E não poderia ter sido melhor. Já que marcou seu primeiro gol pelo Barça. Apesar de não ter conquistado esse título, seu primeiro ano como profissional teve outra conquista: o Campeonato Espanhol de 1998/99.

EVOLUÇÃO NA EQUIPE PRINCIPAL DO BARCELONA

Começou como reserva de Pep Guardiola. No entanto, com as seguidas lesões do companheiro de time, foi ganhando cada vez mais oportunidades na equipe titular. Posteriormente, com a saída de Guardiola, em 2001, Xavi tornou-se titular absoluto. Inclusive, atuou em quase todas as partidas da La Liga na temporada 2001/02. Tais atuações lhe renderam uma vaga na seleção espanhola na Copa do Mundo de 2002, realizada na Coreia e no Japão.

MELHOR FASE

Sua temporada mais vitoriosa foi a de 2008/09, quando o Barcelona conquistou a tríplice coroa daquela temporada. Bem como ele foi um dos destaques da equipe e marcou gols decisivos.  Assim, um deles foi na final da Copa do Rei, de falta, na vitória por 4 x 1 sobre o Athletic Bilbao. Ao passo que no Campeonato Espanhol foi o protagonista da vitória por 6 x 2 sobre o Real Madrid ao dar assistências para quatro dos seis gols. Enquanto na Liga dos Campeões contribuiu na final, sobre o Manchester United. Assim sendo, o Barça venceu por 2 x 0 e o segundo gol, marcado por Messi, teve assistência de Xavi.

RECORDE DE JOGOS E INDICAÇÃO A MELHOR DO MUNDO

Em fevereiro de 2009, Xavi completou 452 jogos com a camisa do Barcelona e igualou a Carles Raxach na lista de mais jogos pelo clube catalão. Dessa maneira, ficou apenas atrás de Miguel Bernardo Bianquetti, o Migueli, que realizou 549 jogos. Outro fato que merece destaque foi estar entre os finalistas do prêmio de melhor jogador do mundo da FIFA. No entanto, o vencedor foi Lionel Messi.

Já em 2011 fez seu jogo de número 549 pelo Barça e se igualou a Migueli. Dessa forma, recebeu uma homenagem diante de 100 mil torcedores no Camp Nou. Posteriormente, superou mais esse recorde e chegou a marca de 600 jogos pelo clube. Por fim, atingiu a marca de 767 jogos pelo clube catalão, com 86 gols marcados. Dessa forma, tornou-se o jogador que mais atuou pelo Barcelona.

SELEÇÃO ESPANHOLA

Sua primeira experiência foi ainda na equipe Sub-17, em 1997. Já pelo Sub-20 foi campeão mundial em 1999 e medalha de prata nos Jogos Olímpicos de Sidney, em 2000. Enquanto pela Seleção principal disputou quatro Copas do Mundo: 2002, 2006, 2010, quando conquistou o título, e 2014.

Em 2008, conquistou a Eurocopa. Inclusive, foi eleito o melhor jogador do torneio e considerado o “cérebro” da equipe, sendo o responsável pelas principais jogadas da equipe. Quatro anos depois, foi bicampeão da competição ao vencer a Itália na final.

https://www.instagram.com/p/CCfvF-dqkGD/

AL-SADD: DE JOGADOR A TREINADOR

Em 2015, após quase 20 anos no Barcelona, Xavi se transferiu para o Al-Sadd, do Catar. O contrato foi válido por duas temporadas. Ao todo, disputou 109 jogos pela equipe e marcou 25 gols. Após se aposentar no clube, em 28 de maio de 2019 foi confirmado como o novo técnico da equipe. Aliás, no mesmo ano, conquistou a Qatari Super Cup.

Foto destaque: Denis Doyle/Getty Images

Avatar
Jéssica Albuquerque
Sou formada em Letras e atualmente curso Jornalismo. Sempre gostei de ler e de escrever, o que me levou a seguir nessas áreas.

Artigos Relacionados