Em seu quinto jogo pelo Espanyol de Barcelona, o terceiro como titular, Wu Lei marcou seu primeiro gol e está ganhando os holofotes na Espanha, não só por ser um chinês na La Liga ou uma baita estratégia de marketing, mais que isso, o jovem é um excelente jogador.

Na 26ª rodada da temporada 2018/19 da Liga Espanhola, que terminou no dia 2 de março, sua equipe derrotou o Real Valladolid por 3 x 1, em casa, e o camisa 24 fez o terceiro gol, o da segurança, para uma vitória sem sustos. O especialista em futebol espanhol da ESPNDavid Cartlidge, comentou:

“Wu Lei não é uma contratação comercial para vender camisas ou entrar no mercado chinês. Ele é um jogador excepcional e muito inteligente em campo”.

No minuto 64, Wu Lei foi acionado por Sergi Darder na entrada da área e tocou na saída do goleiro Masip. Este foi o primeiro gol de um chinês nas cinco principais ligas nos últimos 10 anos. Aos 84 minutos, Wu Lei foi substituído e os torcedores o aplaudiram calorosamente.

Wu Lei está a fazer história e sua capacidade de adaptação é surpreendente. O atacante, que usou o primeiro gol para quebrar as dúvidas, será um dos destaques da segunda metade do La Liga! Nos últimos cinco jogos da La Liga, apesar da falta de gols, seu desempenho foi reconhecido pelos espanhóis e torcedores locais. Desde que o chinês chegou o time ainda não perdeu.

De acordo com as estatísticas oficiais da La Liga, a distância percorrida por Wu Lei neste jogo foi de 9,5 quilômetros, sendo o jogador que mais correu no time da casa. Além disso, o site Whoscored deu 7,9 de nota para o desempenho dele, sendo a melhor nota da equipe. Não só a mídia espanhola que está de olhos abertos nele, mas também o mundo todo. O britânico “Independent” acredita que “o gol de Wu Lei tem um marco. Se ele continuar a marcar, pode inflamar o potencial de se tornar um superstar”.

Eric Filardi
Quando pequeno quis ser jogador. O sonho de criança passou. Uma vida nova se anseia. Bem-vindo ao melhor site de futebol. Bem-vindo ao Futebol na Veia. Sou Eric Filardi, paulistano de 27 anos, criado em Taboão da Serra, jornalista pós-graduado em Jornalismo Esportivo e apaixonado por futebol. Como todo jornalista amo escrever. Como todo brasileiro amo futebol. Tenho meu clube e minhas preferências, mas viso o profissionalismo e a imparcialidade, sem deixar de lado a criatividade. Sou Tricolor, Peixe, Palestra e Timão. Sou da Colina, Glorioso, Flu e Mengão. Sou brasileiro, hermano, francês e italiano. Sou Ghiggia, Paolo Rossi, Caniggia e Zidane. Sou Alemanha dos 7 x 1, mas que o povo não se engane. Também sou Ronaldo, Romário, Zico, Garrincha e Pelé. Sou Bundesliga, MLS, Eredivisie e Premier. Sou das várzeas e dos terrões. Sou Clássico das Multidões. Sou Sul, Nordeste, Amazônia e Pantanal. Sou Galo, Raposa, Bavi e Grenal. Sou Ásia e África. Sou Barça e Real. Sou as Américas, a Europa, sou o mundo em geral. Sou a festa nas arquibancadas que o estádio incendeia: sou Futebol na Veia.
https://bit.ly/EricFilardi

Artigos Relacionados